Quadras

Da redação em 20 de Agosto de 2010 às 08:41

Quase lá!
Se entre os homens os torneios realizados no Brasil tiveram títulos dos tenistas da casa, entre as meninas nenhuma brasileira conseguiu erguer o troféu nos três eventos disputados no último mês. No Challenger de Campos do Jordão, vitória da argentina Aranza Salut sobre a boliviana Maria Fernanda Alvarez. Já nos Futures de Brasília e São Paulo, Ana Clara Duarte e Roxane Vaisemberg bem que tentaram, mas acabaram derrotadas pela argentina Paula Ormaechea e pela sul-africana Chanel Simmonds, respectivamente.

RESULTADOS

Brasília (DF) - 19 a 25/07 (US$10 mil)
Paula Ormaechea (ARG) v. Ana Clara Duarte
(BRA) 3/6, 7/6(1) e 7/6(6)

Campos do Jordão (SP) - 26/07 a 1/08
(US$25 mil)

Aranza Salut (ARG) v. Maria Fernanda Alvarez
(BOL) 2/6, 7/5 e 6/3

São Paulo (SP) - 2 a 08/08 (US$10 mil)
Chanel Simmonds (RSA) v. Roxane Vaisemberg
(BRA) 6/2, 3/6 e 6/1

Hederson Alves

Duplas brasileiras se destacam
A segunda quinzena de julho e começo de agosto podem ser considerados positivos para o tênis profissional brasileiro. Nas duplas, destaque para a final de Marcelo Melo e Bruno Soares no ATP de Gstaad, a semi de André Sá (com o australiano Stephen Huss) no ATP de Atlanta e o título de Thiago Alves e Franco Ferreiro no Challenger de Segóvia, na Espanha. Já nas simples, foi Ricardo Mello (foto) - o número dois do Brasil - que se destacou. O campineiro não conseguiu conquistar o tricampeonato no Challenger de Campos do Jordão, mas a boa campanha e a final lhe valeram cinco posições no ranking mundial, ficando perto do top 80.

RESULTADO
Campos do Jordão (SP) - 2 a 8/08

Izak van der Merwe (RSA) v. Ricardo Mello (BRA) 7/6(6) e 6/4

Só dá Brasil!
Cada vez mais os Futures disputados em solo brasileiro são dominados por tenistas representantes do país da casa. No último mês não foi diferente e os quatro torneios disputados consagraram representantes do Brasil. Em Sorocaba, vitória de Caio Zampieri diante de Rogério Dutra Silva. Em Guarulhos, melhor para Marcelo Demoliner diante do irmão mais novo de Rogério, Daniel Silva. Já em Jundiaí, Rogerinho se recuperou da derrota anterior e ficou com o título, batendo Fernando Romboli. E, por fim, o promissor Rafael Camilo (foto) ficou com o título em Uberlândia, vencendo Christian Lindell (brasileiro que joga pela Suécia).

RESULTADOS
Sorocaba (SP) - 5 a 11/07

Caio Zampieri (BRA) v. Rogério Silva (BRA) 6/3, 6/7(2) e 7/6(4)

Guarulhos (SP) - 12 a 18/07
Marcelo Demoliner (BRA) v. Daniel Silva (BRA) 6/7(4), 6/4 e 6/4

Jundiaí (SP) - 19 a 25/07
Rogério Silva (BRA) v. Fernando Romboli (BRA) 6/4 e 7/5

Uberlândia (MG) - 26/07 a 01/08
Rafael Camilo (BRA) v. Christian Lindell (SWE) 6/4 e 6/2


Quadras

Artigo publicado nesta revista

Revista TÊNIS 83 · Setembro/2010 · Top 20 - as mais belas

Guga Eterno


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
Guga Eterno

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas