Para melhorar o sono

O tênis pode beneficiar pessoas com apneia obstrutiva do sono?

Por Jefferson Cabral em 26 de Janeiro de 2015 às 00:00

Uma patologia pouco conhecida pela população, mas que pode trazer sérios problemas de saúde é a apneia obstrutiva do sono (AOS). Ela é caracterizada por episódios recorrentes de obstrução parcial ou completa das vias aéreas superiores quando a pessoa está dormindo.

Sua manifestação causa redução (hipopneia) ou cessação completa (apneia) do fluxo de ar. Pesquisadores mostraram que a presença da AOS aumenta consideravelmente o risco de doença cardiovascular e morte, além do desenvolvimento de outras doenças, sendo a hipertensão arterial e a resistência à insulina as mais frequentes.

Um dos tratamentos mais utilizados na AOS é o uso do CPAP (sigla que resume o nome em inglês para Contiunous Positive Airway Pressure) – um aparelho que fornece ar para dentro do nariz ou da boca por meio de uma máscara durante o sono. A pressão positiva gerada pelo fluxo de ar abre a via aérea, impedindo seu fechamento.

Além da utilização do CPAP, o tratamento por meio de exercício físico têm se mostrado  muito efetivo. No entanto, estudos revelam que a intervenção com exercício associado com dieta traz benefícios ainda mais expressivos, principalmente em relação à diminuição do peso corporal, que tem estreita relação com o desenvolvimento da AOS.

Tênis e dieta

Sendo assim, a prática regular de tênis associado com dieta pode beneficiar indivíduos com AOS. No entanto, para que ocorra melhora significativa do quadro da doença, é muito importante que o nutricionista tenha participação ativa na prescrição da dieta e o treinamento de tênis seja planejado de forma correta.

Como o principal objetivo dessa prática de tênis é a perda de peso, para que ocorra grande perda calórica durante um período de treinamento, o indivíduo pode manter uma frequência semanal de três a cinco vezes com volume de 40 minutos a 1 hora. Além disso, as aulas precisam ser dinâmicas, com bastante movimentação. Nesse sentido, é necessário dar ênfase aos treinamentos baseados no método Play and Stay. Nesse método de ensino, todo material e tamanho da quadra é proporcional a idade e nível de jogo da pessoa. Com isso, consegue-se jogar desde o primeiro dia de aula de forma dinâmica, proporcionando grande gasto calórico.

No entanto, se você não tem tanto tempo para se dedicar ao treinamento, é possível fazer adaptações e jogar duas vezes por semana em períodos reduzidos, porém com intensidade mais alta. Esse tipo de treinamento trabalha exercícios com alta velocidade, muita potência e períodos curtos de recuperação. Porém, ele deve ser realizado por um público que já tenha vivência no esporte, e principalmente ser obrigatório o acompanhamento de profissional especializado.

Mais informações:
jefferson.jcc@hotmail.com


Saúde/Nutrição sono apneia obstrutiva do sono AOS CPAP dieta

Artigo publicado nesta revista



O futuro do tênis


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O futuro do tênis

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas