Revista TÊNIS

Rapidez no swing

A velocidade da cabeça da raquete é a chave para gerar força e efeito ao forehand. Aqui vão algumas dicas para você conseguir isso

Nick Bollettieri em 1 de Junho de 2009 às 07:41

1. Bata rápido, não com violência

Quando as pessoas ouvem que precisam fazer movimentos mais rápidos com a cabeça da raquete, elas tendem a exagerar. qualquer treinador que tenha tentado aumentar a velocidade do swing de um aluno sabe o que esperar no começo: movimentos de corpo vigorosos, perda de equilíbrio e várias tentativas de forçar a batida. violência não traz velocidade ao swing. você precisa pensar em rebater rápido e suavemente, sem forçar. ninguém faz isso melhor que roger federer, que, aparentemente sem esforço, consegue colocar velocidade na cabeça da raquete em seu forehand.

2. Senta que lá vem treino

Eis aqui um exercício que tornará seus golpes mais rápidos e mais fluidos, e que ainda vai melhorar seu equilíbrio e controle. sente em um balde dentro da quadra e se prepare como se fosse bater um forehand em apoio semiaberto. peça para alguém lançar bolas devagar. Batendo sentado, você perceberá que seus ombros devem sempre ficar alinhados e verá a importância de golpear a bola diretamente e fazer a terminação. você entenderá por que uma boa postura - que o ajuda a manter o equilíbrio - é essencial para dar velocidade à raquete.

3. Esqueça o pulso

O pulso é um elemento importante para todos os golpes do tênis, mas ele fará seu trabalho sem esforço se seu swing for perfeito. Certifique-se que você está segurando a raquete de maneira relaxada. Eu ensino a empunhadura semi-western - aquela em que você coloca a sua palma por trás do cabo para dar apoio e que lhe permite aplicar vários efeitos. pense no chicote: ele é forte, apesar de flexível, e quando você chicoteia, ele acelera e machuca. Essa é a essência da velocidade na cabeça da raquete e a pedra fundamental de um ótimo forehand.

Josh Merwin © rCa productionsBEimages sports

4. Mire a bola com a ponta do cabo

Há uma dica para verificar se a sua raquete está na posição certa na hora do forehand. quando você vira seu quadril e seus ombros para preparar seu backswing, a ponta do cabo da raquete deve estar apontada para a bola. isso lhe dará mais tempo para acelerar a cabeça da raquete enquanto ela se move em direção ao ponto de contato.

5. Pense de baixo para cima, não de cima para baixo

Uma boa base é a chave para tudo o que se faz em uma quadra de tênis. Lembre-se: você não é um esqueitista, não precisa manter os pés próximos um do outro. Certifique-se de que você abre suas pernas até, pelo menos, a largura de seus ombros e mantém seu peso ligeiramente concentrado à frente e os joelhos relaxados. os dois braços devem ficar afastados do tronco (estendidos). Essa posição o ajudará a manter o equilíbrio para rebater qualquer bola que vier em sua direção.


Técnica/Drills

Artigo publicado nesta revista


REVISTATENIS.COM.BR VOLTA ÀS QUADRAS MAIS ÁGIL DO QUE NUNCA


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira

Boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas