Revista TÊNIS

Australian Open

Murray relata dores constantes no quadril e desejo de se aposentar em Wimbledon

Britânico anunciou que 2019 será seu último ano dentro das quadras. Wimbledon pode ser o último torneio da carreira do escocês

Da redação em 10 de Janeiro de 2019 às 22:37

Foto: Divulgação/Australian Open

O britânico Andy Murray deu uma notícia de impacto para os fãs de tênis na noite desta quinta-feira. Ex-número #1 do mundo, ele comentou em entrevista coletiva realizada em Melbourne, onde está para a disputa do Australian Open, que as dores no quadril se tornaram frequentes e intensas e por conta disso ele deve encerrar a carreira nos próximos meses.

"Não se sentindo bem. Estou lutando há muito tempo... Não tenho certeza se posso suportar a dor por mais quatro ou cinco meses", iniciou o Bicampeão Olímpico. "Praticamente fiz tudo o que pude para tentar melhorar meu quadril e isso não ajudou muito ... acho que há uma chance de que Australian Open seja meu último torneio. A dor é muito forte, na verdade. Eu não quero continuar jogando desse jeito".

"Wimbledon é onde eu gostaria de parar de jogar, mas não tenho certeza se posso fazer isso. Eu posso jogar com limitações. Mas ter as limitações e a dor não me permite desfrutar de competir ou treina", encerrou o tenista de 31 anos.

 


Notícias Andy Murray Australian Open Wimbledon Aposentadoria Murray


REVISTATENIS.COM.BR VOLTA ÀS QUADRAS MAIS ÁGIL DO QUE NUNCA


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira

Boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas