ATP Finals

Federer brilha, elimina Djokovic do ATP Finals e garante Nadal como número #1

Suíço está nas semifinais do torneio pela 16ª vez


Foto: Divulgação/ATP Tour 

Roger Federer eliminou Novak Djokovic do ATP Finals nesta quinta-feira (14). Número #3 do mundo, o suíço conquistou sua 23º vitória em 50 jogos contra o sérvio com parciais de 6/4 e 6/3 em 1h13 para delírio da torcida presente na O2 Arena, em Londres. Essa é a primeira vitória do tenista da Basileia contra o rival desde 2015.

Leia mais:

Federer vai receber 2 milhões de dólares por partida na turnê pela América Latina
Berrettini bate Thiem e se despede do ATP Finals com vitória
Melo e Kubot vencem de virada e vão à semi do ATP Finals

Com a vitória, Federer está pela 16º vez na semifinal do Finals, ampliando seu papel como recordista isolado no quesito. Roger passou de fase na segunda colocação, atrás do austríaco Dominic Thiem. Com isso, ele deve encarar o líder do Grupo Andre Agassi em busca da semifinal.

O resultado garante o espanhol Rafael Nadal como melhor tenista da temporada. Eliminado em Londres, Djokovic precisava ser campeão para recuperar o posto. Está é a quinta vez que o canhoto de 33 anos atinge tal feito. Ele havia feito isso também em 2008, 2010, 2013 e 2017.

Nadal, Federer e Djokovic estão empatados com o americano Jimmy Connors, que também foi por cinco vezes o melhor do ano. O recordista é Pete Sampras, líder ao final da temporada initerruptamente entre 1993 e 1998.

O jogo

Roger começou o jogo pressionando Djokovic, que precisou salvar um break point antes de confirmar o serviço. O Maestrou seguiu incomodando o rival e alcançou a quebra no terceiro game da partida. Ele contou com duas dupla faltas e um erro do sérvio com o forehand para abrir 2 a 1.

O número #2 do mundo não desanimou e tentou empatar o duelo na sequência, mas o recordista de títulos de Grand Slam entre os homens saiu de um placar de 15-30 para vencer o game. Os tenistas seguiram bem com seus saques e Federer, que disparou 12 winners e cometeu apenas 1 erro não-forçado, mostrou segurança para fechar a parcial em 6/4. 

Federer passou perto de quebrar o saque de Djokovic já no início do segundo set. O tenista de Belgrado sofreu, mas salvou dois break points e confirmou seu serviço.

Nole então passou a dar sinais de que sentia dores no cotovelo direito, mas seguiu no jogo e teve uma chance de quebrar e abrir 3 a 1. Ele então viu o maior vencedor da história do ATP Finals manter a calam e igualar em 2 a 2. 

Em alto nível no jogo, Roger na sequência superou o saque do rival e abriu 3 a 2 após uma série de erros do rival. Com o controle do jogo, Federer administrou o placar e ficou a vitória.

Confira o match point e a comemoração de Federer:  

Da redação

Publicado em 14 de Novembro de 2019 às 19:25


Notícias Roger Federer Novak Djokovic Rafael Nadal ATP Finals