Revista TÊNIS

Beach Tennis

Smash ou gancho?

Saiba quando e como usar dois dos golpes mais comuns do beach tennis

Por Marcela Evangelista em 1 de Fevereiro de 2014 às 00:00

ENTRE TODOS OS GOLPES usados no beach tennis, o smash é considerado o responsável, na maioria das vezes, por matar o ponto. Por mais que um jogador possa ter a devolução, o saque e o voleio agressivos, esses golpes normalmente são utilizados na preparação do ponto, na tentativa de obrigar o adversário a ser defensivo e levantar a bola para, então, poder atacar e definir o ponto.

Com o passar do tempo, algumas variações de golpes e efeitos passaram a ser utilizadas para dificultar ainda mais o jogo para o adversário. O gancho é um exemplo dessas variações, além de permitir que o beach tenista alcance bolas antes indefensáveis. Assim como o smash, o gancho também é considerado um golpe de ataque. Inicialmente adotado pelos italianos, ele torna-se cada vez mais comum em todos os lugares.

Ambos os golpes são executados pelo lado dominante do jogador. Ou seja, destros fazem pelo lado direito e canhotos, pelo lado esquerdo. Quando o movimento é executado pelo lado não dominante, recebe o nome de backsmash, ou pelo termo recentemente criado, Veronica.

Para decidir entre o smash e o gancho, é necessário entender se a bola lançada pelo adversário, além de vir alta, vai passar da linha do seu corpo. Se é possível golpear a bola antes que ela passe do corpo, o mais indicado é usar o smash. Já nas bolas que passarão da linha do corpo, deve-se usar o gancho.

A escolha correta do golpe é essencial para que a execução seja bem sucedida e o objetivo com aquela bola seja atingido. Se, na tentativa de definir o ponto, um jogador optar por usar o gancho em uma bola propícia ao smash, seu objetivo provavelmente não será alcançado. Por outro lado, ao usar o smash em situações favoráveis ao uso do gancho, prejudica-se a boa execução do golpe além de aumentar as chances de erro.

Smash

Zonas da quadra

Opção feita, o próximo passo é identificar em qual região da quadra você está, para saber se é possível fazer um ataque com sucesso. Dividindo-se a quadra em três regiões iguais da linha de fundo à rede e considerando o posicionamento do jogador no momento do contato da bola com a sua raquete, recomenda-se a seguinte tática:

Primeiro terço da quadra: colocar a bola em jogo – golpear por baixo ou pelo meio da bola;
Segundo terço da quadra: atacar a bola – golpear pelo meio da bola ou, se o jogador for alto, por cima da bola;
Terceiro terço da quadra: definir o ponto – golpear por cima da bola.


Gancho

Visão, equilíbrio e jogo de pernas

Apenas jogadores mais experientes e de melhor nível técnico conseguem atacar com o gancho. Portanto, recomenda-se que os iniciantes executem o golpe de maneira defensiva, ainda que estejam em uma região de ataque, rebatendo a bola para o alto. Assim, enquanto ela viaja até o lado adversário, o atleta tem tempo para recuperar seu posicionamento.

Outro fator importante para um smash ou gancho de sucesso é o equilíbrio do corpo na hora de golpear a bola. Quanto mais rápido é feito o recuo, mais bem posicionado e equilibrado o jogador vai estar, o que é fundamental.

A rapidez do recuo depende da velocidade de leitura da bola adversária e da velocidade das pernas. A leitura de bola ajuda a diminuir o tempo de reação, ou seja, o jogador percebe mais rápido que o adversário vai levantar a bola e pode começar a se deslocar para trás mais cedo. A partir desse momento, a velocidade das pernas e a capacidade de se locomover serão fundamentais para que ele consiga chegar à bola com um posicionamento mais favorável.

Durante o recuo, o jogador deve manter o tronco de lado para a quadra e com o olho fixo na bola. Para saber o posicionamento dos adversários, deve-se usar a visão periférica. Enquanto na preparação do smash o braço que segura a raquete fica com o cotovelo alto e flexionado, no gancho, o cotovelo fica longe do corpo e estendido. Na rebatida do smash, a força é gerada pelo braço como um todo, além de usar também o ombro e a contração abdominal. Já durante a rebatida do gancho, o punho é responsável por grande parte da mecânica.

Seja qual for a parte do corpo mais utilizada na mecânica dos golpes, deve-se transferir o peso do corpo para a frente no momento do contato da raquete com a bola para gerar mais potência. Além disso, se possível, deve-se tentar saltar para poder alcançar um ângulo mais favorável ao ataque.


Beach Tennis beach tennis golpes smash gancho

Artigo publicado nesta revista

Revista TÊNIS 124 · Fevereiro/2014 · Descalibrou?

Dicas para pegar o tempo de bola e voltar à forma


REVISTATENIS.COM.BR VOLTA ÀS QUADRAS MAIS ÁGIL DO QUE NUNCA


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira

Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas