Revista TÊNIS

Wimbledon

Bautista Agut não esperava boa campanha em Wimbledon e precisou cancelar despedida de solteiro após ir à semi

Espanhol será o adversário de Djokovic pela vaga na decisão

Da redação em 10 de Julho de 2019 às 17:01

Bautista Augut em jogo contra Guido Pella/ Foto divulgação: Wimbledon

Roberto Bautista Agut #22 tem feito uma temporada impressionante até aqui. Após ter pela primeira vez as quartas de final em um Grand Slam no Australian Open, ele avançou para as semifinais de Wimbledon nesta quarta-feira (10). No início da rodada no All England Club, ele derrotou o embalado argentino Guido Pella em quatros para selar a classificação. Agora, o espanhol terá pela frente Novak Djokovic no jogo mais importante de sua carreira.

Leia mais:
Bautista Agut supera Pella em quatro sets e chega a semi inédita em Wimbledon

Djokovic atropela Goffin com direito a 'pneu' e vai à semi em Wimbledon

Nem mesmo Agut esperava ir tão longe no Major britânico. Em entrevista coletiva logo após a classificação, ele relevou que caso não tivesse avançado tanto em Wimbledon estaria curtindo sua despedida de solteiro

"Eu tinha planejado estar em Ibiza agora. Já tínhamos tudo organizado. Meus amigos, seis deles, estão todos lá. Bem, é melhor estar aqui em Londres", relevou o talentoso noivo. O experiente tenista relevou que pretende contar com a presença dos amigos para seu jogo contra Djokovic. "Eu acho que eles vão voar [para Londres] na sexta-feira."

Com a campanha impressionante de Bautista Agut, a Revista Tênis separou algumas curiosidades para os fãs de tênis saberem mais sobre a carreira do tenista de 31 anos. Confira:

Maior evolução na temporada de 2014

Bautista Augut foi o tenista mais votado por outros jogadores do circuito em eleição para definir aquele que mais evoluiu na temporada. Em 2014, ele conquistou seus primeiros títulos nos torneios ATP 250 de Stuttgart e Hertogenbosch.

No mesmo ano, ele também trilhou uma boa campanha em Moscou sendo derrotado apenas na final para o croata Marin Cilic. Ao final da temporada, o espanhol cresceu 43 posições no ranking em relação ao ano anterior, saltando de 58º para 13º.

Campeão em todos os pisos

Roberto é comprovadamente um tenista “pau para toda obra”, isto é, um jogador versátil que se dá bem em todas as superficiés. O espanhol já levantou o troféu da Mercedes Cup em Stuttgart jogando no saibro. Na grama holandesa venceu o Aberto de Hertogenbosch. Ele, foi campeão do ATP de Sofia, na Bulgária, que acontece em piso duro indoor,

Já a maioria de seus títulos foram conquistados em pisos rápidos a céu aberto. Agut soma duas conquistas no ATP de Auckland e venceu os ATP's de Chennai, Winston-Salem, Dubai e Doha.

Paixão e talento no futebol

Nascido em Castellon de la Plana, ao leste do território espanhol, Bautista Agut impressionou os treinadores do CD Castellon, clube de sua cidade. O hoje tenista treinou futebol e chegou a ser aprovado em testes no Villareal, time da primeira divisão espanhola.

Em entrevista para a liga de futebol espanhola Agut confessou não ter sido um futebolista mais técnico e isso o motivou a trocar as chuteiras pela raquete.

Colecionador e aficionado por cavalos

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Roberto Bautista Agut (@robertobautistaagut) em

Enquanto muitos de seus companheiros de circuito aproveitam seu tempo livre nas redes sociais, viajando ou assistindo séries; Roberto gosta de usufruir suas folgas em sua cidade natal com um hobby um tanto quanto curioso.

O semifinalista de Wimbledon é entusiasmado por cavalos desde a infância. Ele tem 6 em sua residência e diz se informar e acompanhar programas equestres na televisão. “Sempre que eu sumia pelo povoado, meus pais sabiam que eu estava no estabulo de alguém. Cheguei a fazer montarias de mais de 80km mesmo quando menino”, comentou ele para o jornal Marca.

Relação próxima com treinador

Pepe Vendrell é mais que um treinador para Bautista Agut. A relação dos dois conta com longas conversas sobre emoções, que segundo o treinador ajudam muito o espanhol em quadra.

Após um duro momento na temporada em 2018, marcado por uma lesão abdominal que o afastou de Wimbledon, Bautista Augut e Pepe Vendrell combinaram uma nova comemoração para motivar o tenista em quadra. Fãs de touradas, o treinador usava por baixo uma camisa com os dizeres “Atracados até o fim” - referência aos touros que lutam sempre até o final - e a colocava a mostra após as vitórias para motivar o jogador.

Veja mais:

Confira as principais notícias sobre Novak Djokovic

Confira as principais notíciais do Torneio de Wimbledon

Vitórias recentes sobre Djokovic

Agut e Djokovic se enfrentaram em 10 oportunidades. O número #1 do mundo vence o retrospecto direto em 7 a 3, mas acabou derrotado pelo rival nas duas últimas partidas. Roberto bateu o atual campeão do Major britânico no ATP de Doha por 3/6, 7/6 (8-6) e 6/4 e no Masters de Miami por 1/6, 7/5 e 6/3.


Notícias Wimbledon Novak Djokovic Roberto Bautista Agut


REVISTATENIS.COM.BR VOLTA ÀS QUADRAS MAIS ÁGIL DO QUE NUNCA


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira

Boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas