Revista TÊNIS

ATP Tour

Rafael Nadal: Confira 5 grandes momentos do espanhol em 2018

Espanhol passou 33 semanas como número #1 do mundo e colecionou títulos e grandes partidas

Da redação em 4 de Dezembro de 2018 às 13:18

Foto: USTA/Andrew Ong

Segundo colocado no ranking da ATP, o espanhol Rafael Nadal teve grandes momentos em 2018. Apesar de sofrer com lesões em boa parte do ano, sobretudo no segundo semestre, ele foi o tenista com mais títulos conquistados na temporada (5) e maior porcentagem de vitórias dentro do top 10 (91,8%).

Leia mais:

Nadal lidera lista de tenistas com mais títulos na temporada

Nadal foi o tenista com maior porcentagem de vitórias em 2018; veja o desempenho do top 10

Relembre cinco dos melhores momentos do maiorquino de 33 anos na temporada.

Ótimo retorno na Copa Davis

Depois de se lesionar nas quartas de final do Australian Open durante o duelo contra o croata Marin Cilic, o então líder do ranking ficou mais de três meses lesionado, perdendo assim torneios como os Masters 1000 de Indian Wells e Miami. 

Para retomar o ritmo e a confiança antes da gira de saibro, Rafa participou do duelo de quartas de final da Copa Davis, contra o time da Alemanha. Grande entusiasta do torneio e dono de um ótimo aproveitamento, ele viu a torcida lotar o Plaza de Toros de Valencia, tradicionamente utilizado em touradas, para vê-lo conduzir a equipe à vitória. 

Com desempenho altíssimo, que o possibilitou vencer o experiente Philipp Kohlschreiber (6/2, 6/2 e 6/3) e o jovem Alexander Zverev (6/1, 6/4 e 6/4), ele liderou a vitória da equipe por 3 a 2.

Campanhas arrasadoras no saibro

Logo na sequência, foi a vez de Nadal iniciar sua parte preferida na temporada, a sequência de torneios no saibro europeu. Em preparação para o torneio de Roland Garros, ele venceu primeiramente o Masters de Monte-Carlo e o ATP 500 de Barcelona, somando onze troféus levantados em cada um dos torneios. 

Mesmo parando nas quartas em Madri, onde foi derrotado por Dominic Thiem, o Touro seguiu confiante e selou também o oitavo título no Masters de Roma. Com esta sequência de bons resultados, ele se tornou o tenista com mais títulos de Masters 1000 naquele momento, com 32 conquistas. 

A 11ª conquista de Roland Garros

Cada vez melhor, Rafa então estava novamente na porta da quadra Philippe Chatrier para tentar a façanha de conquistar Roland Garros pela 11ª vez. Sem pestanejar, ele enumerou vitórias sobre tenistas experientes, como Richard Gasquet e Juan Martin del Potro, e especialistas no saibro, como Diego Schwartzman e Guido Pella, para disputar mais uma vez a final.

Na decisão, ele deu o troco em Thiem, anotando parciais de 6/4, 6/3 e 6/2 para ficar comemorar seu 17º título de Grand Slam. Durante toda a campanha o natural de Mallorca perdeu apenas um set (4/6 para Schwartzman na primeira etapa da partida de quartas de final). Inesquecível!

Força total contra Delpo e Djoko em Wimbledon

Primeiramente, Nadal mostrou sua raça característica para derrotar Del Potro nas quartas de final, em um jogo de 4h48 resolvido com parciais de 7/5, 7/6 (9-7), 4/6, 6/4 e 6/4.

Depois, Rafa se dou ao máximo, chegando ao máximo de seu físico, mas acabou derrotado por Novak Djokovic naquela que é lembrada como uma das maiores partidas da temporada. Depois de 5h15, Nole acabou saindo vencedor por 6/4, 3/6, 7/6 (11-9), 3/6 e 10/8, na segunda maior semifinal da história do torneio britânico. Apesar da derrota, Nadal deu o recado que ainda tem muita gana para vencer independente do piso.

Batalha épica contra Thiem no US Open

Nadal foi campeão ainda no Masters de Toronto, com direito a vitória sobre Stefanos Tsitsipas na decisão por 6/2 e 7/6 (6-4), mas o último grande momento de sua temporada aconteceu no US Open. Apesar da lesão na semifinal, fato que levou Del Potro para a decisão, o espanhol teve atuações magníficas durante a campanha.

A primeira foi contra o russo Karen Khachanov, um dos principais nomes da nova geração. Em duelo de 4h23, o futuro campeão de Paris jogou de forma agressiva e fez Rafa dar todo sangue para sair com a vitória com parciais de 5/7, 7/5, 7/6 (9-7) e 7/6 (7-3). 

Quando se esperava ele teria mais tranquilidade após a vitória por 3 a 1 sobre o georgiano Nikoloz Basilashvilli, um velho adversário retornou para novamente o desafiar. No terceiro duelo entre os dois na temporada, Thiem chegou a vencer o primeiro set com um sonoro 'pneu' mas Nadal mostrou toda sua força para sair com a vitória por 0/6, 6/4, 7/5, 7/6 (7-4) e 7/6 (7-5) em 4h49. Definitivamente, uma das maiores partidas da temporada.


Notícias Rafael Nadal Melhores Momentos Nadal Nadal 2018


REVISTATENIS.COM.BR VOLTA ÀS QUADRAS MAIS ÁGIL DO QUE NUNCA


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira

Boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas