Revista TÊNIS

Roland Garros

Monteiro estreia com vitória tranquila no quali de Roland Garros; Rogerinho é eliminado

Brasileiro precisa de mais duas vitórias para chegar à chave principal em Paris

Da redação em 20 de Maio de 2019 às 18:40

Monteiro jogou a chave principal de Roland Garros em 2017 (Foto: Fotojump)

Thiago Monteiro (113º) começou bem na luta por lugar na chave principal de   Roland Garros. Na primeira rodada do quali, ele superou o egípcio Mohamed Safwat (235º) com direito a pneu, aplicando 7/6 e 6/0, em 1 hora e 32 minutos.

Com a vitória, o número 1 do país fica a dois triunfos do objetivo de jogar o segundo Slam do ano. Além disso, ele já garante 8 pontos no ranking e supera o desempenho de 2018, quando perdeu na primeira partida do quali.

Leia mais:

Ranking ATP: Tsitsipas sobe e fica perto do top 5; João Menezes dispara

Ranking WTA: Pliskova dispara após título em Roma e vira número #2; Serena retorna ao top #10

"Estou feliz com a vitória na estreia, que é sempre mais difícil, ainda mais no qualifying. Todo mundo quer jogar bem e entrar na chave de um Grand Slam. Fiz um jogo bom hoje. Comecei muito bem e firme e tive saque para fechar em 5/3, mas o meu adversário arriscou umas bolas, ele tem um jogo perigoso e acabou indo para o tie-break. Mas, me mantive forte de atitude mentalmente, aproveitei as minhas chances e consegui jogar bem mais solto no segundo set. Não dei espaco para ele tentar uma reação.", comentou Thiago.

Na segunda rodada, ele terá pela frente o francês Antoine Cornut-Chauvinc  (430º), garoto de 18 anos. Convidado da organização, o jovem superou o tcheco Zdenek Kolar (212º) de virada, com parciais de 3/6, 6/2 e 7/6(5).

Rogerinho é eliminado

Rogerinho não tem chances de jogar a chave principal (Foto: Divulgação/Argentina Open)

Outro representante do Brasil no quali de Roland Garros, Rogério Dutra Silva (210º) não teve a mesma sorte de Monteiro. Ele perdeu logo na estreia, caindo para o belga Kimmer Coppejans (181º) em três sets. O europeu marcou 6/3, 6/7(6) e 6/4, em 2 horas e 31 minutos.

O europeu já havia sido algoz de Rogerinho, e de Thiago Monteiro, na Copa Davis, em fevereiro, sendo o herói belga na vitória sobre a equipe brasileira. Coppejans também tem história em Roland Garros, já que foi campeão juvenil do evento em 2012.


Notícias Thiago Monteiro Rogério Dutra Silva Roland Garros


REVISTATENIS.COM.BR VOLTA ÀS QUADRAS MAIS ÁGIL DO QUE NUNCA


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira

Boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas