Petra Kvitova
Nome CompletoPetra Kvitová
Também conhecida comoKvitova
Data Nascimento08/03/1990
27 anos, 1 mês
Local NascimentoBílovec, República Checa
Site Oficial Petra Kvitova
Facebook Oficial Petra Kvitova
Twitter Oficial Petra Kvitova
Wikipedia Petra Kvitova

Terminar uma temporada como a número 2 do ranking é tarefa para poucos. Petra Kvitova conseguiu esse feito com 21 anos e mostrou para o mundo, mais uma vez, que a Rússia é uma enorme potência nesse esporte. Em 2011, a tenista não alcançou o topo do ranking, mas foi considerada por muitos, inclusive pela ATP, a melhor atleta da temporada.

Com 10 títulos WTA e uma premiação que chega à marca dos US$ 20 milhões, Kvitova é uma das grandes tenistas da atualidade.

Início

Antes da arrebatadora temporada de 2011, Kvitová mantinha resultados apenas discretos. Como juvenil, chegou a ganhar alguns títulos, mas nos primeiros anos de profissionalização foram poucos triunfos. A tenista teve a oportunidade de enfrentar grandes nomes, como Serena Williams e Victoria Azarenka, mas sempre nas primeiras rodadas de torneios. E com derrotas.

Em 2010, por outro lado, Kvitova teve seu primeiro grande trunfo ao ser semifinalista de Wimbledon. E foi uma campanha em que a tcheca deixou para trás diversos nomes famosos do tênis mundial. Victoria Azarenka e Caroline Wozniacki, por exemplo, foram derrotas pela tenista nos gramados ingleses.

Foi apenas quando enfrentou a número 1 do mundo, Serena Williams, que o título ficou mais distante. Kvitova perdeu os dois sets, ainda que o primeiro tenha sido apertado: 7 – 6. A americana, no entanto, estava em mais uma fase notável e foi campeão em cima russa Vera Zvonareva.

Ápice

Apesar de uma temporada de destaque em 2010, foi no ano seguinte, em 2011, que Kvitová se colocou, definitivamente, entre as grandes tenistas da época. A trajetória que a colocou próxima da primeira colocação do ranking mundial começou com a vitória no torneio de Brisbane. Como cabeça de chave número 25, ela ainda chegou às quartas de final do Australian Open, o primeiro Grand Slam do ano. Foi parada apenas por Vera Zvonareva.

Foi no Madrid Open, em maio, que sua trajetória no ano começou a ter maior destaque. Na ocasião, ela ganhou o título sobre Victoria Azarenka, entraria novamente no caminho da tcheca, mas dessa vez em um dos maiores torneios do mundo.

Kvitová ganhou Wimbledon em 2011 e cravou seu nome na história do tênis. Contra Azarenka, na semifinal, foram precisos três sets para deixar a adversária para trás. Na final, teve que enfrentar um dos principais nomes do tênis atual: Maria Sharapova. Mas, diferente do que poderia ser imaginado, a tcheca não teve muito trabalho para deixar a russa com o vice-campeonato; ela venceu a partida em dois sets.

Nem tudo foram flores na temporada, no entanto. No Grand Slam seguinte, Kvitová fez o que parecia mais difícil para uma atleta que havia atingido o nível que ela atingiu. A tenista foi eliminada do US Open logo na primeira rodada do torneio.

Manutenção do sucesso

Após 2011, Kvitová ganhou um novo status no tênis mundial e continuou com sua carreira de sucesso, ainda que não tenha alcançado a primeira colocação do ranking da WTA.

Logo no Australian Open, a tcheca mostrou que sua boa fase não seria interrompida. Ela chegou à semifinal do primeiro Grand Slam da temporada. No entanto, teve que ficar diante de Maria Sharapova novamente. E, dessa vez, não deu para a tenista, que perdeu a partida após três sets de disputa.

Na disputa para manter o título de Wimbledon, Kvitová parou nas quartas de final, após perder para Serena Williams. Na época, foram duas derrotas simultâneas: além de ficar sem o vice-campeonato, a tenista também saiu do top 5 do ranking da WTA.

Mas o “bi” aconteceu. Foi em 2014, quando Kvitová entrou como a sexta cabeça de chave e terminou com mais um título nos gramados do torneio inglês. Após deixar Angeline Kerber e Simona Halep para trás, a tenista fez a final com uma estrela ascendente do tênis mundial, a canadense Eugenie Bouchard, então com 20 anos de idade. E não deu para ela. Kvitová ganhou por dois sets, o segundo de 6 – 0. 


O retorno de Sharapova

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O retorno de Sharapova

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas