Kei Nishikori
Nome CompletoKei Nishikori
Data Nascimento29/12/1989
27 anos, 6 meses
Local NascimentoShimane, Japão
Site Oficial Kei Nishikori
Facebook Oficial Kei Nishikori
Twitter Oficial Kei Nishikori
Wikipedia Kei Nishikori

Kei Nishikori é o maior tenista da história do Japão. Foi o primeiro de seu país a ficar entre os 10 melhores do mundo e o segundo a disputar uma final de Grand Slam. O primeiro, Jiri Satoh, conseguiu o feito em Wimbledon, mas apenas em 1933. 

Início

Diferentemente do que acontece com grande parte dos atletas, os pais de Kei Nishikori não tinham nenhuma relação direta com o esporte. Seu pai era engenheiro e sua mãe era professora de piano. Seu primeiro contato com as raquetes foi com cinco anos apenas e, com 12, ele foi para os Estados Unidos para treinar. 

Profissionalmente, seu primeiro título ATP aconteceu em 2008, em um torneio Challenger. Foi o primeiro japonês a ganhar um torneio de tênis dessa categoria em 16 anos. E, no jogo decisivo, ele derrotou o americano James Blake, que chegou a ser Top 10 nos dois anos antes.

Pouco tempo depois, no mesmo ano, Nishikori voltou a enfrentar Blake, mas, em um torneio de maior peso, e não conseguiu derrota-lo e acabou eliminado do Miami Masters. Outro momento de destaque no ano foi no ATP de Londres, quando o japonês fez Rafael Nadal, então número 1 do mundo, suar para vencer o jogo, que se arrastou por mais de duas horas.

Contusão

A carreira seguia positiva para Kei Nishikori, mas, em 2009, ele foi forçado a dar um tempo nas quadras. Pela temporada de 2008, o tenista chegou a ganhar o prêmio da ATP de Novato do Ano, mas foi impossível manter a boa sequência.

O jogador teve que operar o cotovelo, o que o deixou fora de três Grand Slams: Roland Garros, Wimbledon e US Open. Dessa maneira, o japonês despencou no ranking mundial.

Para o ano seguinte, Kei Nishikori resolveu contratar um novo técnico para conseguir evoluir em seu retorno às quadras. Ele optou por Brad Gilbert, americano responsável por treinar alguns dos grandes tenistas dos últimos anos. Nomes como Andre Agassi, Andy Roddick e Andy Murray chegaram a passar pelas mãos do profissional.

Retorno

Kei Nishikori voltou às quadras em fevereiro de 2010, e aos poucos foi evoluindo no tênis. Seu segundo título de ATP, no entanto, surgiu apenas em 2012. E foi em sua terra natal, no Aberto do Japão. Foi a primeira vez em 41 anos que um japonês venceu o torneio.

Meses antes, Nishikori já havia alcançado um grande feito: deixou o francês Jo-Wilfried Tsonga para trás no Australian Open, sendo eliminado apenas nas quartas de final, pelo britânico Andy Murray.

Foi apenas em 2014, no entanto, que Kei Nishikori conseguiu saltos maiores na carreira. E, para isso, novamente contou com um novo técnico: o ex-tenista Michael Chang, o mais jovem a vencer um Grand Slam.

Na temporada, Kei Nishikori teve o grande momento da carreira ao atingir a final do US Open, em uma campanha que deixou para trás grandes nomes da atualidade. Nas oitavas de final, o japonês só saiu das quadras de Nova York depois das duas da manhã, graças a um duelo de cinco sets com o canadense Milos Raonic.

Após passar também por Stan Wawrinka, Kei Nishikori enfrentou o número 1 do mundo, Novak Djokovic nas semifinais e conseguiu deixar o principal nome do tênis para trás. Apenas o croata Marin Čilić conseguiu bater o japonês.

A boa temporada colocou Nishikori na quinta melhor posição do ranking, posição que seria melhorada no ano seguinte. Em 2015, ele não chegou a final de um Grand Slam e venceu apenas torneios 500 e 250 da ATP. Ainda assim, com regularidade e com boas campanhas no Australia Open e em Roland Garros, o tenista bateu seu próprio recorde e conseguiu ser o quarto melhor tenista do mundo. 


O futuro do tênis


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O futuro do tênis

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas