Formação

Uma mão nas duas mãos

Uma dica rápida para melhorar seu backhand de duas mãos

Carlos Omaki em 24 de Abril de 2013 às 10:49

O BACKHAND COM AS DUAS mãos é cada vez mais usado no tênis atual. Versátil, potente e rápido, esse golpe possui muitas variáveis, a começar pela empunhadura - que é composta pela posição das duas mãos no cabo da raquete. O posicionamento de cada uma delas resultará em um conjunto que dará mais ou menos conforto, precisão, efeitos e potência. Com isso, pequenos ajustes são fundamentais para uma evolução satisfatória do golpe.

Uma das principais causas para o maior uso do backhand de duas mãos hoje é, sem dúvida, a precocidade do aprendizado. Essa técnica eleva o nível de atuação dos jogadores em idades mais avançadas, mas pode trazer consigo maus hábitos e gestos nocivos - e ainda levar a lesões ao longo dos anos se uma adaptação técnica não for implementada.

A prática intensiva e extensa do backhand de duas mãos tende a promover uma adaptação natural, extremamente positiva, em que o braço não dominante ou esquerdo dos destros, por exemplo, assume o comando e passa a ser o dominante do seu lado. Ou seja, o jogador passa a possuir "dois forehands".

Com o backhand de duas mãos, o braço não dominante (esquerdo dos destros, por exemplo), assume o comando e passa a ser o dominante do seu lado. Ou seja, o jogador passa a possuir "dois forehands"

DICA DE TREINO

Por essa razão, pequenos ajustes devem começar pela empunhadura da mão esquerda. E para facilitar a análise da necessidade e o grau de intervenção, além dos resultados que esses ajustes produzirão, praticar forehands com o braço esquerdo (para os destros) é uma ótima opção de treino.

Lembre-se: para o backhand de duas mãos, uma mudança da empunhadura de uma das mãos no cabo da raquete provavelmente induzirá a um ajuste da outra mão também.

Tornar esse domínio e condução da raquete pelo braço esquerdo mais preciso e efetivo pode ser o pontochave para o aperfeiçoamento do golpe. Para isso, o braço direito precisa ser conduzido com naturalidade.

Repare no golpe com as duas mãos e perceba que, em todo o movimento, o braço esquerdo está muito mais para um forehand do que o braço direito para um backhand de uma mão, principalmente após o ponto de contato. Esse movimento, se repetido sem o apoio do braço esquerdo, dificilmente obteria domínio e potência satisfatórios.

Esse trabalho de aperfeiçoamento, treinando o forehand com o braço não dominante, deve ser realizado o mais especificamente possível em função do backhand de duas mãos. Para isso, inicie com alguns golpes normalmente, com as duas mãos no cabo, para encontrar a empunhadura (da mão esquerda, para os destros).

Mantenha a empunhadura, tanto na pegada quanto na profundidade do cabo da raquete e inicie os golpes (forehand com o braço esquerdo) lentamente para que o jogador se acostume com a ideia. A partir desse ponto, você já poderá avaliar a empunhadura, o ponto de contato, o domínio, o apoio de pernas e a necessidade de mudanças para melhorar.

Intensifique o treino em quantidade e potência e, quando o golpe com apenas uma mão estiver fluindo bem, inicie um revezamento alternando as batidas com uma e com duas mãos em sequências pré-determinadas. Exemplo: cinco com uma mão e cinco com as duas mãos.

Treinar controle, fazendo batebola com um forehand de canhoto, também será uma ótima opção para melhorar o domínio e fortalecer o braço anteriormente não dominante, servindo também como um trabalho funcional de compensação e força muscular localizada. Além de ser bem divertido.

Em todo o movimento do backhand de duas mãos, o braço esquerdo está muito mais para um forehand do que o braço direito para um backhand de uma mão, principalmente após o ponto de contato. Esse movimento, se repetido sem o apoio do braço esquerdo, dificilmente obteria domínio e potência satisfatórios

O EXERCÍCIO: Treine forehands com o braço não dominante. Inicie com alguns golpes normalmente, com as duas mãos no cabo, para encontrar a empunhadura (da mão esquerda, para os destros). Mantenha a empunhadura, tanto na pegada quanto na profundidade do cabo da raquete e comece a golpear lentamente

Para encontrar a empunhadura, segure como se fosse bater o backhand de duas mãos e depois solte uma mão de cada vez do cabo


Técnica/Drills

Artigo publicado nesta revista

Grigor Dimitrov

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
Grigor Dimitrov

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas