Duelo dos canhotos

Thiago Monteiro representa o Brasil nas quartas do Rio Open

Cearense vence uma partida em que Thomaz Bellucci deixou a desejar; nas duplas, Soares e Murray também avançam

Por Rodrigo Soares em 24 de Fevereiro de 2017 às 08:14

 
Dois brasileiros, dois canhotos. As semelhanças entre Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci param por aí. O jogo mais aguerrido e tático do cearense foi colocado à prova contra o talento e a inconstância do paulista. A partida entre os melhores tenistas brasileiros da atualidade prometia muito, mas acabou deixando a desejar, assim como a presença de público na Arena Guga Kuerten.                        
 
O jogo começou com total domínio de Thiago Monteiro. O cearense quebrou o saque de Bellucci no segundo game e depois confirmou o seu serviço, abrindo 3 a 0. Foi quando o paulista começou a entrar no jogo e, depois de confirmar o seu serviço, o número um do país quebrou o saque de Thiago. A partir daí, muitos erros não forçados e confirmações de serviço de parte a parte. O primeiro set, dessa forma, seria decidido no tie break. 
 
No desempate, muita irregularidade de lado a lado e Bellucci chegou a 6 a 4 e dois set points. Foi então que o brio e a força do número dois do Brasil falou mais alto. Arriscando mais, Thiago Monteiro acabou salvando três set points no total, para fechar a primeira parcial em 10 a 8.
                       
No segundo set, Bellucci não parecia estar à vontade.  Longe de estar em um de seus melhores dias, o ex-número 21 do mundo falava o tempo todo consigo mesmo, tentando encontrar alguma resposta ou saída para a situação adversa que se apresentava. Aos poucos, no entanto, a intensidade dos golpes do cearense foi diminuindo e os erros, aumentando. Sacando em 3 a 4, Thiago Monteiro não conseguiu resposta aos forehands certeiros de Bellucci e acabou tendo seu serviço quebrado. No game seguinte, o paulista sacou com autoridade e fechou a segunda parcial em 6 a 3.                        
 
O terceiro set começou idêntico ao primeiro. Com Bellucci passeando por alguma galáxia distante, Thiago Monteiro abriu logjo 3 a 0. No intervalo do terceiro para o quarto game, Thomaz pediu a entrada do fisioterapeuta, por conta de dores no tornozelo esquerdo. Na volta, ele parecia querer resolver logo os pontos, em um amador revezamento de winners e erros não forçados. Com 5 a 3 e o saque para fechar a partida, Thiago Monteiro não vacilou e conquistou a vitória com um ace, qualificando-se para as quartas de finais do ATP 500. O próximo adversário do cearense será o jovem norueguês Casper Ruud.
 

Soares também na semi

 
[Colocar Alt]
Nas duplas, o brasileiro Bruno Soares, ao lado do britânico Jamie Murray, também está nas semifinais do Rio Open. Eles venceram os argentinos Andres Molteni e Diego Schwartzman por 6/3, 5/7 e 11/9 em um jogo apertado. É a terceira semifinal de Bruno no Rio Open e a  vitória de número 300 de Murray no circuito.
 

Notícias



O futuro do tênis


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O futuro do tênis

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas