Por onde a bolinha quica

Festa italiana em Sampa / Flashback / Vai, molecada! / É deca! / Fim do tabu / Nas praias / Bons nomes

Da redação em 26 de Dezembro de 2013 às 00:00

Festa italiana em Sampa

Em novembro, o italiano Filippo Volandri deu mais uma prova de como gosta de jogar em São Paulo. Após participações de destaque no Brasil Open em 2012 e 2013, derrotando Thomaz Bellucci em ambas as oportunidades, o ex-top 25 fez prevalecer sua experiência no ATP Tour Challenger Finals, disputado nas quadras da Sociedade Harmonia de Tênis. Depois de derrota na estreia, Volandri venceu quatro jogos seguidos e levantou o caneco ao bater o colombiano Alejandro Gonzalez, exatamente seu algoz no primeiro jogo, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/2. Com isso, o torneio paulistano tem seu terceiro vencedor diferente – em 2011, o alemão Cedrik-Marcel Stebe foi o campeão, enquanto que o argentino Guido Pella levou a melhor no ano passado.

 

Flashback

Em 2012, Radek Stepanek foi o herói da República Tcheca ao derrotar o espanhol Nicolas Almagro no quinto jogo da final da Copa Davis. E não é que o jogador de 35 anos repetiu a dose nessa temporada? Em Belgrado, nem mesmo as duas vitórias de Novak Djokovic e a barulhenta torcida sérvia foram suficientes para frear o ímpeto do esquadrão tcheco. Com a série empatada em 2 a 2, coube a Stepanek fechar a tampa do caixão ao derrotar o jovem Dusan Lajovic, que entrou de última hora para substituir Janko Tipsarevic, por implacáveis 3 sets a 0. Dessa maneira, o veterano é o primeiro jogador da história da competição a ganhar a quinta partida em duas finais seguidas.

 

Vai, molecada!

Nesse fim de ano, a garotada do Brasil aproveitou as férias para jogar e conquistou um importante resultado no circuito juvenil. Os gaúchos Gabriel Hocevar e Rafael Matos, dois nomes importantes da nova geração do tênis nacional, foram campeões juntos da 27º Yucatan Cup, competição disputada em Mérida, no México. Os atletas de 17 anos venceram a chave de duplas do torneio G1 ao derrotarem na final a parceria do russo Roman Safiullin e do croata Nino Serdarusic, cabeças 1, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 10/3.

Gabriel Hocevar
Gabriel Hocevar

 

É deca!

Os paulistas deram um show na capital federal no mês de novembro e conquistaram a Copa das Federações, a maior competição por equipes do Brasil, e que reuniu 229 inscritos no Clube Exército de Brasília. Assim como em 2012, São Paulo prevaleceu na pontuação geral ao final dos três dias de torneio e se sagrou campeão pela 10ª vez, superando a equipe do Paraná por 124 pontos a 104. Minas Gerais terminou em terceiro lugar, com 92 pontos, seguido do Distrito Federal, com 88. Os paulistas foram os melhores em três categorias, nos 14 anos feminino, no sub-25 anos masculino e nos 12 anos masculino, essa última definindo o troféu para o estado com a vitória de Mateus Alves, quarto colocado do ranking CBT, diante do mineiro João Pedro Ferreira, sexto do ranking nacional.

Fim do tabu

Teliana Pereira fez o melhor ano da carreira após chegar à semifinal do WTA de Bogotá, entrar no grupo das 100 melhores, mas faltou o gostinho de jogar uma chave principal de Grand Slam. E depois de ver a vaga escapar em Roland Garros e no US Open, a pernambucana assegurou seu lugar na chave do Australian Open 2014. Assim ela quebrará o incômodo jejum de 20 anos sem representantes do País nos quatro maiores eventos do calendário. A última a jogar um Major foi Andrea “Dadá” Vieira, que chegou à segunda rodada do US Open de 1993. Antes de jogar em Melbourne, Teliana, 98ª do ranking, disputa os WTAs de Brisbane e Hobart como preparação para o primeiro Slam de 2014.

 

Nas praias

A praia de Maresias, litoral paulista, recebeu, em novembro, o evento “Way of Life”, que apresentou disputas de beach tennis nas categorias feminina, masculina e mista. O ex-goleiro Zetti, do São Paulo, e a ex-jogadora de vôlei, Ida, marcaram presença nas areias. Aliás, a medalhista de bronze na Olimpíada de Atlanta disputou a competição e ficou com o vice-campeonato. Cerca de 2 mil pessoas desfrutaram de um fim de semana de esporte e praia.

 

Bons nomes

A gaúcha Gabriela Cé aproveitou muito bem a sequência de torneios no Brasil e venceu três torneios seguidos entre novembro e dezembro. Foram dois troféus no Clube Monte Líbano, em São José do Rio Preto, e outro no Clube de Campo São Paulo, na capital paulista. A jovem de 20 anos somou 18 jogos de invencibilidade e consolidou sua posição como quinta melhor tenista do País. No masculino, o paulista Rafael Camilo conquistou o primeiro título em três anos ao levantar a taça do Future de Foz do Iguaçu, no Paraná. O irmão do judoca Tiago Camilo ficou quase um ano parado por contusão e tenta se recuperar na carreira. O grande momento de Camilo aconteceu em 2011, quando foi vice-campeão do Aberto de São Paulo.

RESULTADOS
ITF US$ 10.000 de São José do Rio Preto (Brasil) – 11 a 17 de novembro
Final de simples: Gabriela Cé (BRA) v. Nathália Rossi (BRA) 7/6(3) e 6/3
Final de duplas: Suellen Abel e Eduarda Piai (BRA) v. Gabriela Cé e Nathália Rossi (BRA) 6/3 e 7/6(3)
Challenger de Lima (Peru) – 11 a 17 de novembro
Final de duplas: Andres Molteni (ARG) e Fernando Romboli (BRA) v. Marcelo Demoliner (BRA) e Sergio Galdos (PER) 6/4 e 6/4
Future de Foz do Iguaçu (Brasil) – 25 de novembro a 1 de dezembro
Final de simples: Rafael Camilo (BRA) v. Facundo Mena (ARG) 7/5 e 6/3
Final de duplas: Wilson Leite (BRA) e Christian Lindell (SWE) v. Facundo Mena e Joaquin Monteferrario (ARG) 4/6, 6/4 e 12/10
ITF US$10.000 de São Paulo (Brasil) – 25 de novembro a 1 de dezembro
Final de simples: Gabriela Cé (BRA) v. Andrea Benitez (ARG) 7/6(5) e 7/5
Final de duplas: Nathaly Kurata e Eduarda Piai (BRA) v. Gabriela Cé (BRA) e Pei-Chi Lee (TPE) 6/1, 1/6 e 10/8
US$ 25.000 de Monterrey (México) – 25 de novembro a 1 dezembro
Final de duplas: Florencia Molinero (ARG) e Laura Pigossi (BRA) v. Indy De Vroome (NED) e Lenka Wienerova (SVK) 7/5 e 7/5
Future de Porto Alegre (Brasil) – 2 a 8 de dezembro
Final de duplas: Rafael Camilo e Fabricio Neis (BRA) v. José Pereira e Alexandre Tsuchiya (BRA) 6/4 e 7/6(4)
ITF de US$10.000 de São José dos Campos (Brasil) – 2 a 8 de dezembro
Final de duplas: Eduarda Piai (BRA) e Nadia Podoroska (ARG) v. Fernanda Brito (CHI) e Stephanie Mariel Petit (ARG) 7/6(4) e 7/5

Quadras Filippo Volandri Thomaz Bellucci ATP Tour Challenger Finals Radek Stepanek Gabriel Hocevar Rafael Matos Copa das Federações

Artigo publicado nesta revista

O futuro do tênis


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O futuro do tênis

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas