Roland Garros

Halep e Ostapenko vencem 'duelos das coincidências' e fazem final feminina

Em um jogo, duas aniversariantes do dia, no outro, duas jogadoras duelando para ser número 1 do mundo

Por Rodrigo Soares em 8 de Junho de 2017 às 15:21

 
Uma semifinal de Roland Garros é um momento às vezes único na carreira de uma atleta. Imagine jogar essa partida no dia de seu aniversário. E se as duas jogadoras que estiverem duelando fazem aniversário nessa data? Pois foi o que aconteceu hoje na primeira semifinal de Roland Garros, na partida em que a letã Jelena Ostapenko, que faz 20 anos hoje, venceu a suíça Timea Bacsinszky, comemorando 28 primaveras também hoje, por 2 sets a 1, parciais de 7-6(4),3-6 e 6-3.
 
Ostapenko, atual número 47 do ranking mundial, pode igualar o brasileiro Gustavo Kuerten, como únicos jogadores a terem como primeiro título de Torneios ATP/WTA um Grand Slam. E, coincidentemente, Roland Garros. E, muito mais incrível: Ostapenko nasceu no dia do primeiro título de Guga, no histórico 3-0 em cima de Sergi Bruguera! Para isso, a campeã juvenil de Wimbledon em 2014 terá uma dura missão pela frente: encarar a futura número 1 do ranking da WTA, a romena Simona Halep.
 
Aliás, qualquer que fosse a adversária de Ostapenko na final, a tenista natural de Riga estaria enfrentando a nova líder da classificação mundial. Isso porque tanto Halep como a tcheca Karolina Pliskova chegaram à semifinal sabendo que a vencedora do duelo superaria a alemã Angelique Kerber, derrotada logo na estreia do Aberto da França pela russa Ekaterina Makarova, em um duplo 6-2.
 

Duelo pelo topo

 
A partida entre as postulantes ao topo do ranking foi equilibrada e decidida em três sets, assim como o duelo das aniversariantes. No primeiro set, a romena Simona Halep traçou como estratégia passar a bola para o outro lado, enquanto a tcheca Pliskova arriscou mais nos golpes. O resultado disso foi uma maior quantidade de erros não forçados da tcheca (24, contra 10 da romena Halep). Outro fator preponderante foi o melhor encaixe do primeiro serviço por parte de Halep (68% de encaixe, contra 56% de Pliskova). A única quebra de saque da parcial aconteceu no terceiro game, com a romena, atual número 4 do mundo, quebrando o serviço da oponente sem grandes problemas. Apesar de dispor de três break points no set, Pliskova não conseguiu devolver a quebra e Halep fechou o set em seu saque, no décimo game, em seu segundo set point.
 
A estratégia das duas jogadoras permaneceu a mesma no segundo set. Pliskova disparando as bombas do fundo de quadra e Halep passando a bola por cima da rede. Só que dessa vez, a ousadia da tcheca acabou premiada e, com 13 winners e 13 erros não-forçados, Pliskova quebrou o saque de Halep no sexto game, e ainda salvou três break points no sétimo game. No oitavo game, a tcheca teve um set point no saque da romena, mas não conseguiu fechar a parcial. Sacando em 5-3, a tcheca se impôs, confirmou seu serviço sem problemas e igualou a partida em sets.
 
No terceiro set, grande equilíbrio e uma certa inconsistência e cansaço das jogadoras. No quarto game, Simona Halep precisou de apenas um breakpoint para conquistar a quebra, depois de ter desperdiçado um break no game anterior de saque de Pliskova. No sétimo game, porém, a natural da cidade tcheca de Louny devolveu a gentileza à filha da romena Constanta. Pliskova passou por cima de Halep no game, mas entregou de volta a vantagem de uma quebra, cedendo seu saque em 3-4, após salvar um breakpoint.
 
Com 5-3 na frente, a romena Simona Halep não deu sopa para o azar e confirmou seu saque, fechando a partida em 6-3 e o jogo em 2 sets a 1 (6-4,3-6,6-3). A partida teve a duração de 2 horas e 04 minutos. Venceu quem foi menos brilhante e cometeu menos erros não-forçados. Pliskova cometeu inacreditáveis 18 erros no terceiro set, contra apenas um de Halep. No total, foram 45 winners e 55 erros não-forçados de Pliskova, contra 14 winners e 14 erros não-forçados de Halep. Pela segunda vez na carreira, a romena assumirá o posto mais alto da classificação mundial da WTA. A primeira havia sido em setembro de 2015.

Notícias

O futuro do tênis


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O futuro do tênis

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas