Curiosidades de Wimbledon

Coisas que você talvez não saiba sobre o Grand Slam inglês

Por Ed McGrogan em 24 de Junho de 2015 às 00:00

Você pode até estar acostumado aos morangos com creme, mas há diversas outras coisas sobre um dos mais prestigiados torneios do mundo que mesmo os mais ávidos fãs do tênis na grama não estão por dentro. Listamos 50 curiosidades aqui.

01    Ninguém jogou mais partidas em Wimbledon do que Martina Navratilova – 326, em mais de quatro décadas.

02    Qual o menor número de games cedidos em uma semifinal masculina? 22, em 2006, quando Roger Federer destroçou Jonas Bjorkman por 6/2, 6/0 e 6/2.

03    Se você está no metrô para Wimbledon, não desça na estação Wimbledon. Southfields é o lugar onde você tem que parar.

04    Você só pode entrar na fila 24 horas antes do início dos jogos do dia seguinte, portanto, não adianta chegar muito mais cedo.

05    Somente em 1986 as bolas amarelas passaram a ser usadas em Wimbledon. A mudança foi feita para facilitar a visualização na TV.

06    No Aorangi Park, onde os tenistas treinam, os fãs podem ficar logo ao lado da cerca limite e ter uma experiência quase íntima de ver seus ídolos de perto, além de oportunidades para conseguir autógrafos.

07    As bolas usadas no evento são vendidas por 1 libra cada. O dinheiro é revertido para programas de tênis escolar. Em 2012, 15 mil libras foram arrecadadas.

08    É comum cruzar com os tenistas na cidade, encontrá-los tomando café da manhã ou jantando, ou mesmo dando uma corridinha.

09    Até 1930, os homens não podiam usar shorts em suas partidas (somente calças compridas). E, na quadra central, até 1933.

10    Na No. 1 Court e em outras, os juízes de linha não se sentam exatamente na lateral das quadras, mas em um local mais baixo, para ter uma vista melhor.

11    Os árbitros de cadeira usam gravatas nas cores do clube: verde e roxo.

12    Hoje todas as quadras possuem placar eletrônico, mas, até 2010, os boleiros mudavam o placar à mão nas quadras secundárias.

13    Precisão: na segunda semana de torneio, você pode ver a grama já gasta e amarronzada nos gráficos do Hawk-eye quando os tenistas pedem desafios.

14    Wimbledon é o único Grand Slam em que os jogos de duplas masculinos ainda são disputado em melhor de cinco sets.

15    Quando Andy Murray venceu Wimbledon em 2013, o famoso mercado local, Morrisons mudou temporariamente de nome para Murriwins.

16    Aos 14 anos e 90 dias, Jennifer Capriati não se tornou apenas a mais jovem cabeça de chave do torneio em 1990, ela se tornou a mais jovem a competir.

17    Na Challenger Cup, troféu dado ao vencedores de simples, está inscrito: “The All England Lawn Tennis Club Single Handed Championship of the World”.

18    Já não se joga mais com raquetes de madeira, mas os postes de rede ainda são feitos desse material.

19    Em 2010, todos os jogos femininos de oitavas de final terminaram em dois sets diretos, sendo que nenhum foi para o tiebreak.

20    Em 1927, pôde-se ouvir Wimbledon pelo rádio pela primeira vez. Em 1937, ver na TV em preto e branco. Somente em 1967 pôde-se assistir em cores.

21    Depois de vencer Wimbledon, Andy Murray olhou na direção do setor onde fica a imprensa (ele sempre foi questionado pelos jornalistas britânicos).

22    De 1878 até 1921, os campeões do torneio precisavam apenas jogar um partida no ano seguinte para manter o seus títulos; disputando contra o ganhador do chamado “All Comers’ Final”.

 

23    O juiz Mohamed Lahyani recebeu abotoaduras de prata e outros presentes por ter arbitrado a partida entre John Isner e Nicolas Mahut, em 2010, que atravessou três dias, com 11 horas e 183 games disputados.

24    Houve 16 partidas masculinas vencidas por triplo 6/0. A mais recente foi em 1987, quando Stefan Edberg derrotou seu compatriota sueco Stefan Eriksson.

25    O Box Real não é somente para a realeza. Às vezes, celebridades como a autora de Harry Potter, J.K. Rowling são convidadas para sentar lá.

26    Em 1991, foi preciso disputar partidas no primeiro domingo do torneio, geralmente um dia em que não há jogos, pois menos de dois terços das partiads programadas para os seis primeiros dias do evento haviam sido disputadas.

27    A quadra central ficou repleta de almofadas e outros objetos quando, em 1981, uma partida de duplas femininas foi interrompida às 9h35 da noite devido à falta de luz com 5/5 no quinto set.

 

28    Em 1984, os campeões de todas as cinco disputas profissionais – simples masculina e feminina e duplas masculina, feminina e mista – foram capazes de defender os seus títulos do ano anterior.

29    Em vez de ficarem em hotéis na cidade, muitos tenistas alugam casas no bairro de Wimbledon, a apenas algumas quadras de distância do clube.

30    O primeiro jogador a ser desclassificado de Wimbledon foi Tim Henman, depois de ele acidentalmente ter acertado uma bolada em uma boleira durante um jogo de duplas em 1995.

31    Em 1999, David Nalbandian se atrasou para a semifinal juvenil e foi desclassificado diretamente.

  

32    Os pombos podem ser um problema no evento, então Wimbledon contratou Rufus, um falcão que os espanta. Ele também recebe uma credencial.

33    Treze campeões de simples venceram o torneio depois de salvar match-points. A mais recente foi Serena Williams, que esteve à beira da derrota na semifinal contra Elena Dementieva em 2009.

34    Não é Court 1. É No. 1 Court.

35    Depois do segundo dia de disputa entre Isner e Mahut no jogo épico em 2010, Andy Roddick trouxe três caixas de pizza e outras comidas para ajudar seu compatriota a se recuperar.

36    Em 1968, ano do primeiro torneio da Era Aberta, as mulheres que perderam na primeira rodada receberam 25 libras. Hoje, elas recebem mais de 20 mil.

 

37    Em 1979, o ingresso mais caro para a quadra central custava 6 libras. Atualmente, mais de 130 libras.

38    A Slazenger é a fornecedora de bolas do torneio desde 1902.

39    Em 1946, Geoffrey Brown não perdeu um único set em sua campanha para chegar às finais de simples, duplas e duplas mistas. No fim, perdeu todas as três decisões. Ele se aposentou em 1950 sem ter ganho um único Grand Slam.

40    As mulheres não arbitravam partidas na quadra central até 1981.

41    Em 1957, a brasileira Maria Helena de Amorim começou sua partida contra a holandesa Berna Thung com 17 duplas-faltas consecutivas. E ainda conseguiu levar a partida para o terceiro set.

42    Pete Sampras conseguiu manter o serviço por 118 vezes consecutivas começando com sua vitória na terceira rodada de Wimbledon 2000 e terminando na segunda do ano seguinte.

43    A primeira mulher a não conseguir defender seu título foi Charlotte “Lottie” Dod, em 1889. Qual razão? “Cansada do tênis”.

44    O torneio do ano passado, finalizado no dia 12 de julho, foi o que terminou mais tarde desde 1922. Isso ocorreu pois decidiu-se que, a partir de 2015, Wimbledon começaria uma semana depois do convencional para permitir que os tenistas tivessem um pouco mais de descanso depois de Roland Garros.

 

45    Em 2001, Goran Ivanisevic (campeão daquele ano) disparou 212 aces, a maior marca já registrada. Entre as mulheres, Serena Williams em 2008 e Alexandra Stevenson, em 1999, marcaram 57 serviços indefensáveis.

46    54,250 bolas são usadas durante o torneio.

47    O Jantar dos Campeões foi instaurado em 1977, quando o até então tradicional Baile passou para o primeiro sábado do torneio. No mesmo ano, cessou a famosa dança entre os campeões do masculino e feminino.

 

48    A regra de que os uniformes deveriam ser predominantemente brancos foi instaurada em 1963, um ano depois de Maria Esther Bueno ter chocado a plateia usando saiote pink por baixo do vestido branco.

49    Presença rara: a rainha da Inglaterra só esteve presente no torneio em quatro oportunidades: 1957, 1962, 1977 e 2010.

50    A tradicional porção de morangos com creme custa 2,5 libras. São consumidas, em média, 140 mil porções durante o torneio.

From Tennis Magazine. Copyright 2014 by Miller Sports Group LLC. Distributed by Content Agency


Especial Grand Slam curiosidades inglês fãs Wimbledon Aorangi Park boleiros 1 Court rainha da Inglaterra

Artigo publicado nesta revista

Revista TÊNIS 141 · Junho/2015 · Marcelo Melo

Brasil volta a vencer em Roland Garros Qual o segredo para derrotar os Bryan?

O retorno de Sharapova

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O retorno de Sharapova

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas