Instrução Saúde

Contra as Gordurinhas

Como o tênis pode ajudar a tratar a dislipidemia – que pode levar a problemas no coração

Por Jefferson Cabral em 27 de Julho de 2013 às 00:00

ALIMENTAÇÃO BALANCEADA e exercício físico são, indubitavelmente, a melhor maneira de manter a forma e evitar doenças decorrentes do acúmulo de gorduras no corpo. A essa concentração excessiva de lípides (gordura) no organismo, chama-se dislipidemia, que é causada principalmente pelo sedentarismo e por hábitos alimentares inapropriados.

Uma das principais doenças causadas pela dislipidemia é a doença arterial coronariana (DAC). Ela é causada pela formação de placa de gordura sobre as artérias do coração, diminuindo o aporte de sangue para o órgão. Sem um tratamento apropriado, essa placa de gordura aumenta até o ponto de o coração não ter mais sangue para seu funcionamento, causando infarto agudo do miocárdio (IAM).

A aterosclerose, nome dado à placa de gordura, é uma doença inflamatória crônica que ocorre em resposta à agressão aos vasos sanguíneos. O aumento nos níveis de triglicérides, colesterol e LDL-c elevam o depósito de gordura nesses vasos. Já o HDL-c tem efeito protetor aos vasos sanguíneos. Essa lipoproteína faz o transporte reverso do colesterol, ou seja, ela manda o excesso de colesterol da circulação sanguínea para o fígado, protegendo os vasos da aterosclerose.

Dessa forma, o tratamento adequado para a dislipidemia é importante. Existem formas medicamentosos e outras não, como a reeducação alimentar, cessação do tabagismo e prática regular de exercícios físicos.

Benefícios do exercício

O exercício físico tem efeito direto sobre os níveis elevados de lípides. A magnitude dos efeitos sobre o metabolismo dos lípides tem associação direta com à intensidade e frequência dos exercícios, ou seja, a energia despendida durante a prática. Os principais efeitos estão na diminuição da concentração de triglicérides e no aumento da concentração de HDL-c. As recomendações do American College of Sport Medicine para prevenção de doenças cardiovasculares e melhora no perfil lipídico são:

  • Frequência: no mínimo quatro vezes por semana.
  • Duração: 30 a 60 minutos/sessão.
  • Intensidade: 60 a 80% da frequência cardíaca máxima.

Vale ressaltar que, antes da prática de qualquer exercício físico, o indivíduo deve estar autorizado pelo médico, além de ter acompanhamento de um profissional especializado na área.

Tênis x dislipidemia

O tênis pode ser um meio muito eficiente no controle e tratamento da doença. Os exercícios precisam ter frequência semanal de, ao menos, três vezes, sempre que possível, além de duração média de uma hora. Como o tênis é um esporte muito prazeroso, fica muito mais fácil seguir a prescrição recomendada.

Procure por aulas em grupo, principalmente se for iniciante. O esforço é menor e você pode praticar por mais tempo. Outra alternativa são os jogos em clubes. Marcar uma partida com seus amigos o maior número de vezes na semana pode trazer benefícios bem próximos do obtido nas aulas.

É importante frisar que o exercício físico constitui uma medida auxiliar no controle e tratamento da dislipidemia. A interação entre terapia nutricional, perda de peso e exercício proporciona um controle muito mais eficiente da doença.

O papel das gorduras

Os lípides são divididos em gorduras simples e compostas. As simples são subdivididas em triglicérides e ácidos graxos. Os ácidos graxos são utilizados como energia pelas células. Os triglicérides são formados a partir de três ácidos graxos ligados a uma molécula de glicerol e constituem uma das formas de armazenamento energético mais importante no organismo, depositados nos tecidos adiposo e muscular. Já as gorduras compostas são subdivididas em colesterol total e as lipoproteínas LDL-c e HDL-c. O colesterol é o percursor dos hormônios esteroides, dos ácidos biliares e da vitamina D. As lipoproteínas permitem a solubilização e o transporte dos lípides, que são substâncias geralmente hidrofóbicas, no meio aquoso plasmático. Elas são divididas em classes, sendo as duas principais a lipoproteína de baixa densidade (LDL-c) – que em grande quantidade no organismo pode causar acúmulo de gordura nas vasos sanguíneos – e a lipoproteína de alta densidade (HDL-c) – que participa no transporte do excesso do colesterol da circulação, protegendo os vasos sanguíneos.

LIPÍDEOS VALORES (mg/dL) CATEGORIAS
COLESTEROL < 200 ÓTIMO
  200 - 239 LIMÍTROFE
> 240 ALTO
LDL - COLESTEROL < 100 ÓTIMO
  100 - 129 DESEJÁVEL
130 - 159 LIMÍTROFE
160 -189 ALTO
> 190 MUITO ALTO
HDL - COLESTEROL < 40 BAIXO
  > 60 ALTO
TRIGLICÉRIDES < 150 ÓTIMO
  150 - 200 LIMÍTROFE
200 - 499 ALTO
> 500 MUITO ALTO

Mais informações: jefferson.jcc@hotmail.com


Saúde/Nutrição tênis ajuda tratar dislipidemia alimentação balanceada evitar doenças

Artigo publicado nesta revista

O futuro do tênis


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O futuro do tênis

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas