Como jogar com o placar

Parabéns, você já possui bons golpes. Agora, é hora de aprender como - e quando - usá-los, do primeiro ao último ponto

Brad Gilbert em 18 de Maio de 2010 às 12:12

fotos: Ron C. Angle

Como forehands e backhands, o placar é parte de toda partida de tênis. Infelizmente, muitos tenistas se fixam no fato de estarem ganhando ou perdendo, mas falham na hora de ajustar seus jogos ao placar. Isso é verdade mesmo entre os profissionais, que geralmente escolhem os golpes errados quando o placar pedia outra atitude. Eis o que proponho: dê ao placar a mesma atenção que você dá aos seus golpes.

Pense nele por toda a partida e ajuste seu jogo de acordo com ele. Você deve praticar jogar com o placar assim como pratica os ajustes em seu forehand. Não se preocupe se estiver ganhando ou perdendo a partida; é o placar do game o que mais importa. Se dominar como jogar cada ponto, você gostará do placar da partida quando ela terminar.

PRIMEIRO PONTO DO JOGO

Se tiver um bom serviço, comece sacando e tente ganhar alguns pontos de graça

Se você é um bom sacador, acerte um bom serviço no início para ver se consegue ganhar o ponto de graça. As pessoas tendem a ficar nervosas e tensas no início das partidas e um bom saque no começo poderá pegar o adversário despreparado.

Se estiver recebendo, tente a todo custo manter a bola em jogo no primeiro game. Se puder, responda o saque no meio e com profundidade, assim seu oponente terá de criar o ângulo.

Nas trocas de bola, mantenha a profundidade e não tente muitos winners quando não tiver boa probabilidade de acerto. Mais importante: mexa os pés. Se precisar exagerar seu movimento, saltando ou dando passos a mais entre os pontos, faça. Você relaxará mais rapidamente e entrará no ritmo antes de seu adversário.

30/0 40/0

Quando o placar estiver bem sólido em seu favor, assuma alguns riscos. No 40/0, diria para ir para o ace. Se errar o primeiro serviço, pense em arriscar mais uma vez. Ou em bater forte com o forehand, caso este seja seu melhor golpe. Se fizer golpes agressivos nessas situações, você ganhará confiança e não tenderá a empurrar a bola em outros momentos do jogo.


#Q#


Com 0/30 ou 0/40, você está perdendo, mas não está perdido. Não entre em pânico e jogue de maneira conservadora

0/30 0/40

Você está perdendo, mas não perdido. Agora é a hora de jogar com porcentagens. Tire um pouco de força dos seus serviços e assegure-se de colocálos na quadra. Ou, se tiver um bom saque quique, coloque ainda mais spin para lhe dar mais margem de erro. Jogue de maneira conservadora a menos que tenha bolas fáceis. E, o que quer que faça, não entre em pânico.

Se seu adversário o jogar para fora da quadra, não tente um tiro na forquilha, que chamo de "um em 10". Ir para o tudo ou nada pode lhe garantir um ou dois pontos, mas não funcionará no longo prazo.

30 IGUAIS

Esse é o placar mais importante no tênis. Você está a um ponto de ter um game point, mas também a um de ter enfrentar um break point. Meu conselho? Não mire nas linhas. Agora é a hora de jogar com suas armas. Se você tem bons golpes de base, busque o momento de atacar, mas seja paciente. Se você é um tenista consistente, agora é hora de ser mais regular ainda. Se você tem uma bola curta, faça uma preparação com 90% em vez de 100%. Dê-se mais margem de erro. Use o "4 por 4" como guia: golpeie a bola com uma margem de erro de quatro pés dentro da linha de fundo e das linhas laterais.

30/15

Ataque as fraquezas do adversário com suas principais armas

Esse é o ponto que chamo de elástico. Quando ele termina, você tanto pode estar numa árdua luta com 30 iguais no placar, ou pode ter aumentado sua liderança e ter dois pontos para fechar o game.

As partidas possuem diferentes momentos possíveis de separação; o 30/15 sempre surge e você precisa agir. Aqui mostro como: ataque as fraquezas de seu oponente. Há momentos que você quer jogar no ponto forte do adversário, talvez para abrir a quadra ou surpreendê-lo. Esse não é um desses momentos. Esse ponto é importante demais para qualquer coisa que não seja usar esforços combinados para contrapor suas principais armas com as fraquezas do oponente.

15/30

fotos: Ron C. Angle
Mantenha a calma. O 15/30 é um ponto mentiroso

Algumas vezes você precisa de uma "mentirinha" para evitar a autodestruição, e o 15/30 é um ponto mentiroso. Você está perdendo, mas não há razão para pânico. Eis o que digo a mim mesmo: "Se vencer esse ponto, estarei na frente", pois estou sacando e meu adversário perdeu a oportunidade de ter dois break points. Isso vai doer. Pense no porquê de ter perdido dois dos três primeiros pontos no game. Se seu oponente estiver numa maré alta, mude o ritmo, talvez batendo uma ou duas bolas bem altas, algo bem seguro. Não tente um dropshot, ou saque-evoleio despretensioso se esse não for o seu jogo. O essencial é manter a calma. Esse placar parece pior do que é.


#Q#

15/40

Faça seu oponente executar golpes de que ele não gosta

Agora você está com um problema. Com 15/40, seu adversário tem uma grande oportunidade. Às vezes, ajuda dizer isso: "Não tenho o direito de ganhar esse game, então vou relaxar e ver o que acontece". Outra coisa que você precisa saber sobre o 15/40: até onde sei, você está a apenas um ponto do iguais, e não dois. Se você vencer o próximo ponto, seu oponente vai começar a suar.

O melhor que se pode fazer no 15/40 é forçar o adversário a fazer algo de que ele não gosta. Se ele tem um voleio ruim, atraia-o para a rede. Se ele odeia smashes, execute o lob mais alto que ele já viu. Se o backhand dele é fraco, ataqueo e vá para a rede, mesmo que você não seja um exímio voleador. Ele colocará um caminhão de pressão sobre si mesmo para conquistar esse break point e sua maior esperança é dar a ele a chance de falhar nessa tentativa. Se você ganhar esse ponto e chegar a 30/40, trate-o como se fosse 15/40. E, se perder, perdeu. Isso irá ocorrer uma vez ou outra.

Concentre-se e reavalie sua estratégia

PERDENDO POR UM SET E UMA QUEBRA

Você não pode ganhar três games em um único ponto, portanto esqueça o placar da partida. Reavalie sua estratégia. Você está sendo agressivo o suficiente? Ou demasiadamente? Direcionou bolas suficientes para o golpe mais fraco de seu adversário? A melhor coisa a fazer agora é se concentrar em manter a bola em jogo. Faça seu oponente terminar o que começou.


O tiebreak não é um set pequeno. É um game comprido. O que quer que aconteça, não fique arrasado, pois, se você chegou ao desempate, significa que seu plano de jogo está funcionando

TIEBREAK

O tiebreak não é um set pequeno, como muitos acreditam. É um game mais comprido. Pense desta maneira: se você estiver perdendo por 1/3 com uma quebra, ainda está próximo. Em um game normal, estaria 15/40, o que representa um obstáculo bem maior. Tenha isso em mente e acredite nas coisas que lhe trouxeram até este ponto. Se quiser arriscar, faça isso quando estiver pelo menos três pontos na frente (4/1, 5/2). O que quer que aconteça, não fique arrasado caso perca um tiebreak. Seu plano de jogo está funcionando, então, permaneça com ele.

SACANDO PARA O JOGO

Se seu adversário tem uma devolução mais fraca de um dos lados, saque todas as bolas daquele lado. O saque aberto com slice é uma boa arma, mas não use nessa ocasião na posição de iguais caso seu oponente goste de bater forehands. Se você não executá-lo com perfeição, terá problemas.


Instrução - Tática

Artigo publicado nesta revista

O futuro do tênis


Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O futuro do tênis

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas