Revista Tênis

O carioca Christian Lindell anunciou nesta segunda-feira que voltará a defender as cores do Brasil pelo circuito profissional. Desde 2007, Lindell jogava sob cidadania da Suécia, muito pelo fato de seu pai, Lars, ser natural do país nórdico. Com estrutura técnica e incentivo ideais, o jovem tenista aceitou entrar em quadra sob a bandeira do país europeu e chamou atenção do público brasileiro durante a etapa de São Paulo da Copa Petrobrás de Tênis, em 2010.

© João Pires
Com apenas 20 anos, o carioca Christian Lindell voltará a defender as cores do Brasil pela ATP
Desde aquela época, Lindell, hoje 458º do mundo, já respondia inúmeras perguntas se planejava voltar a treinar no país em que nasceu, ainda mais pelo fato da Confederação Brasileira de Tênis ter apresentado uma proposta de treinamento e apoio ao jogador de 20 anos.

Via Twitter, o atleta que treina também no CT do Amil, no Rio de Janeiro, sob comando de Ricardo Acioly, o Pardal, explicou que a decisão não foi nada fácil, porém está muito feliz por "ser muito mais brasileiro" novamente.

"Agora sim é oficial. A partir dessa semana, eu volto a jogar pelo Brasil. Foi uma decisão muito difícil a ser tomada, mas estou muito feliz em poder voltar a defender o Brasil, o pais onde moro e minha família vive. Me sinto muito mais brasileiro", contou.

O atleta, que esteve perto de defender a Suécia em alguns confrontos da Copa Davis, com direito a elogios de Robin Soderling, não deixou de dar todo o crédito à federação europeia por todo o trabalho realizado ao longo dos anos.

"Espero poder contar com o apoio de vocês ainda mais agora. E nunca posso deixar de agradecer toda a ajudar que a federação sueca me deu nos últimos anos. Mas essa foi a melhor decisão", concluiu Lindell.

Se for considerado o ranking desta segunda-feira, Lindell apareceria como 16º melhor brasileiro, sendo um dos mais jovens com alta classificação. Dos que estão à sua frente, apenas Guilherme Clezar e Tiago Fernandes são mais novos (ambos com 19 anos).

Confira mais notícias sobre o tênis brasileiro...

+ Feijão comemora volta ao top 100 com lugar na chave principal do Brasil Open

Após seis meses de jejum, Brasil volta a ter três jogadores no top 100 do ranking da ATP

Brasil mantém chances de vaga no Grupo Mundial II em dia de recorde de Bia Maia na Fed Cup

Mesmo com virada, Bellucci é elogiado por novo técnico e cobra mais regularidade nos pontos decisivos

Em desafio Brasil x França, Bellucci e Mello tentam igualar Guga e quebrar barreira da 2ª rodada na Austrália

Virada sofrida em Brisbane custa caro a Mello e Brasil terá apenas Bellucci no top 100 na próxima semana

ESPECIAL:Cheio de ginga, com nome de gringo - Um dos destaques da etapa paulista da Copa Petrobras em 2010, Christian Lindell voltará a defender as cores do Brasil no circuito profissional. A Revista TÊNIS o entrevistou durante o torneio em São Paulo e mostra um pouco da trajetória do "mais novo brasileiro"   (Confira!)

comments powered by Disqus