Torneio Brasileirão

Brasileirinhos no Brasileirão

Representantes de nove estados diferentes levantaram a taça em Brasília, em uma demonstração de que é possível ter tenistas de qualidade em todos os cantos do Brasil

Por Arnaldo Grizzo em 29 de Agosto de 2014 às 00:00

JÁ HOUVE TEMPO EM QUE TENISTAS de um único estado conquistavam a maioria dos principais títulos no Campeonato Brasileiro Juvenil – o Brasileirão. Mais do que isso, às vezes a disputa se resumia a grupos de jovens de dois ou três estados cuja tradição no tênis falava mais alto. Atualmente, contudo, esse tipo de predomínio é cada vez mais improvável.

Com professores capacitados e bons técnicos atuando Brasil afora, além de cada vez mais vermos a formação de centros de treinamento fora dos grandes centros nos estados do Sudeste e Sul, o surgimento de jovens promessas pipoca nos mais diferentes lugares do país, onde antes, muitas vezes, consideraríamos impossível ver um campeão brasileiro.

Para ilustrar esse panorama, o Brasileirão deste ano apresentou nada menos que tenistas de nove estados levantando troféus. Além disso, pela primeira vez, Minas Gerais ficou com o título da Copa das Federações, desbancando São Paulo – que havia vencido as últimas duas edições –, por apenas seis pontos de diferença. Ao receber o troféu, Lázaro Ferreira, delegado da equipe, homenageou Miguel Bechara, ex-presidente da Federação Mineira de Tênis, falecido recentemente. “Era o torneio em que ele mais investia. O sonho dele era ser campeão. Estamos muito emocionados, porque queríamos muito ganhar”, afirmou Lazinho. Na Copa das Federações, também nove estados conquistaram títulos nas 12 categorias.

Destaques

Ao todo, 532 meninos e meninas estiveram no Clube do Exército de Brasília em julho para a competição. Um dos principais destaques foi a jovem paranaense Gabriela Araújo que conquistou o título da categoria 16 anos depois de passar pelo qualifying e vencer a paulista Julia Silva, de apenas 14 anos, uma das revelações da categoria. Antes de o torneio começar, Gabriela era apenas a 31a do ranking, agora já está em segundo lugar, atrás apenas de outra paranaense, Nathalia Gasparin, campeã de duplas ao lado da mato-grossense Eduarda Ferreira.

Nos 14 anos, as duas finalistas em simples se uniram para vencer e duplas também. A mineira Marina Figueiredo, líder do ranking, venceu a gaúcha Laura Wayerbacher no torneio individual, mas, juntas, conquistaram o título em parcerias. O mesmo ocorreu nos 12 anos, com a catarinense Namie Isago, que venceu a final de simples contra a baiana Maria Fernanda Menezes, e, ao lado dela, conquistou as duplas. Depois do Brasileirão, as duas seguiram para o Canadá para a disputa da Coupe Le Blanc, o Campeonato Mundial da categoria 12 anos.

Colocação        Estado     Pontos Campeões por categoria
Minas Gerais 109 12 anos feminino: Goiás
São Paulo 103 12 anos masculino: Alagoas
Rio Grande do Sul 90 12 anos masculino B: Pará
Distrito Federal 90 14 anos feminino: Minas Gerais
Paraná 81 14 anos masculino: São Paulo
Goiás 70 14 anos masculino B: Pará
Santa Catarina 58 16 anos feminino: Paraná
Bahia 42 16 anos masculino: Distrito Federal
Espírito Santo 39 16 anos masculino B: Rio Grande do Sul
10º Alagoas 34 Sub-25 feminino: Distrito Federal
11º Pará 22 Sub-25 masculino: Rio Grande do Sul
12º Rio de Janeiro 19 Sub-25 masculino B: Sergipe
13º Maranhão 13  
14º Mato Grosso 13  
15º Sergipe 12  
16º Ceará 11  
17º Rio Grande do Norte 9  
18º Tocantins 2  
19º Pernambuco 2  

   

O mesmo ocorreu com os jovens Pedro Boscardin, de Santa Catarina, e Natan Rodrigues, da Bahia, finalistas nos 12 anos e também campeões de duplas, que foram representar o Brasil na competição canadense. Assim como as meninas, eles são os líderes do ranking de sua categoria.

Nos 14 anos, sem a presença dos principais ranqueados, Thiago Wild, João Lucas Reis e Igor Gimenez e Gilbert Klier Júnior, que estavam defendendo o Brasil no Mundial da categoria, o paulista Luiz Eduardo Santos e o catarinense Henrique Klann, principais cabeças de chave, avançaram e foram à final, com vitória de Santos, que também levou o título em duplas.

Já nos 16 anos, o troféu ficou com o Distrito Federal. Rafael Wagner venceu o paulista Guilherme Scarpelli em simples. Nas duplas, Scarpelli levou o título ao lado do gaúcho Victor Castro.

Por fim, a categoria para jovens até 25 anos contou com nomes conhecidos, que já participaram do Brasileirão juvenil anos atrás e hoje são tenistas profissionais. Entre os homens, a vitória ficou com Augusto Laranja, que sequer precisou entrar em quadra na final contra Fernando Romboli, que desistiu com dores no cotovelo. No feminino, Natalie Silveira venceu Eduarda Santos. Confira todos os resultados finais na tabela abaixo.

RESULTADOS FINAIS BRASILEIRÃO

Tennis 10’s
9 anos
Carolina Laydner (SC) d. Larissa Silva (MG) 4/2 e 4/1
João Vieira (DF) d. Gabriel Prezotto (MG) 4/1 e 4/3

10 anos
Carolina Cardoso (MG) d. Ana Candiotto (SP) 4/1 e 4/2
Mateus Freitas (GO) d. Victor Alves (RJ) 4/0 e 4/0

Simples
12 anos
Namie Isago (SC) d. Maria Fernanda Menezes (BA) 6/2 e 7/5
Pedro Boscardin (SC) d. Natan Rodrigues (BA) 2/6, 7/6 e 6/2
14 anos
Marina Figueiredo (MG) d. Laura Wayerbacher (RS) 7/6 e 6/4
Luiz Eduardo Santos (SP) d. Henrique Klann (SC) 6/2 e 6/1
16 anos
Gabriela Araújo (PR) d. Julia Silva (SP) 7/6 e 6/2
Rafael Wagner (DF) d. Guilherme Scarpelli (SP) 6/3 e 6/1
Até 25 anos
Natalie Silveira (SP) d. Eduarda Santos (PR) 6/3 e 6/2
Augusto Laranja (SP) d. Fernando Romboli (SP) desistência
Duplas
12 anos
Namie Isago (SC) e Maria Fernanda Menezes (BA) d. Thassane Abrahim (BA) e Nalanda Silva (GO) 3/6, 6/3 e 10-7
Pedro Boscardin (SC) e Natan Rodrigues (BA) d. Matheus Ramos e Gabriel Muller (PR) 6/3, 5/7 e 10-2
14 anos
Laura Wayerbacher (RS) e Marina Figueiredo (MG) d. Catharina Azevedo (BA) e Luiza Fullana (DF) 6/0 e 6/1
Rodrigo Carvalho e Luiz Eduardo Santos (SP) d. Jackson Xavier e Luis Assis (CE) 7/6 e 6/1
16 anos
Eduarda Ferreira (MT) e Nathalia Gasparin (PR) d. Georgia Gulin (PR) e Marina Prediger (RS) 6/4, 4/6 e 10-4
Guilherme Scarpelli (SP) e Victor Castro (RS) d. João Ceolin e Lucca Baptista (RS) 6/2 e 6/4
Até 25 anos
Lara Soares e Gabriela Alves (DF) d. Ana Carolina Sigaki e
Sophia Chow (SP) 6/0 e 6/2
Gabriel Sidney (PR) e Antonioni Fasano (SP) d. Victor Maynard (SE) e Gustavo Cruz (SP) 6/3 e 7/5

Torneio Brasileirão Torneio Campeonato Brasileiro Juvenil Minas Gerais Gabriela Araújo Eduarda Ferreira Marina Figueiredo Namie Isago

Artigo publicado nesta revista

Revista TÊNIS 131 · Agosto/2014 · Tsonga

Aprenda seu acrobático smash de costas e sua espetacular devolução

O retorno de Sharapova

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
O retorno de Sharapova

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas