A bíblia dos interceptadores

Domine a arte de interceptar com seu voleio nas duplas

Por Greg Moran em 23 de Maio de 2015 às 00:00

  

Poucas coisas dão uma sensação melhor nas duplas do que antecipar uma devolução do adversário, cruzar a rede e jogar um voleio bem no meio das pernas do oponente que está do outro lado. Interceptação é o auge da tática nas duplas e quando você incorpora isso ao seu jogo, sua parceria imediatamente se torna mais forte de duas formas. Primeiramente, você ganha habilidade para finalizar os pontos de forma rápida e intimidadora. Segundo, quando você está ativo na rede, vai manter seus rivais sempre desequilibrados.

Quando as pessoas pensam sobre interceptação, elas geralmente se limitam ao serviço de seu parceiro. Apesar de essa ser uma boa estratégia, há muitas outras oportunidades de interceptar durante um ponto. Aprender a reconhecer essas oportunidades, em junção com uma boa técnica, imediatamente fará de vocês uma equipe dura de ser batida. Aqui vão oito dicas para ajudar fazer de você uma ameaça na rede.


Quando na rede, mantenha os seus pés ativos e as mãos para cima

1 - Desenvolva pés rápidos

Interceptar requer energia e pés rápidos. Quando os irmãos Bryan começam um ponto, eles parecem que estão prestes a saltar. Você também deveria. Mantenha os seus pés ativos e as mãos para cima. Isso vai mandar uma energia intimidadora para seus oponentes e fazê-los pensar mais em você do que nos golpes que precisam executar.

Para melhorar seu footwork, gosto dos drills de escada. Se você não tiver uma escada, pode desenhar uma na quadra com giz. Comece no fim da escada em uma posição de prontidão para o voleio, então se mova através de cada degrau com passos curtos, leves e rápidos. Faça o split-step depois de terminar a escada e venha para a frente volear (tenha alguém para lançar bolas).

A escada vai deixar seus pés mais velozes, vai ensiná-lo a dar passos mais curtos e melhorar seu equilíbrio. Quanto mais praticar, mais rápido vai se tornar.

 

2 - Aproveite a oportunidade

Raramente você tem tempo para ver o golpe do seu oponente antes de tomar a decisão de interceptar. O jogo é muito rápido. A chave para uma interceptação de sucesso está em reconhecer a oportunidade antes que seu adversário desfira o golpe.

Gosto de dizer a meus alunos que não se intercepta uma bola em particular, mas uma situação. Também digo que você não intercepta a batida do seu oponente, mas a do seu parceiro, pois esta será a batida que vai criar a situação.

A oportunidade de interceptação mais comum é quando seu parceiro está sacando, pois você pode combinar a jogada antes de o ponto começar. Vocês podem usar tanto os sinais de mão quanto literalmente dizer um para o outro o que pretendem fazer, onde sacar e onde vai interceptar.

Mas há mais duas situações que levam a interceptações.


Do centro da quadra, a chance de seu oponente ser capaz de criar um ângulo de passada no seu corredor é pequena

A -  Quando seu oponente golpeia a bola de dentro para fora
Ou seja, quando a bola está no centro da quadra do seu adversário. Por exemplo, seu parceiro bateu uma bola funda na direção do centro da quadra. Isso força seu rival a golpear a bola perto do corpo, o que geralmente resulta em uma batida mais fraca. Além disso, do centro da quadra, a chance de seu oponente ser capaz de criar um ângulo de passada no seu corredor é pequena. Você pode ter quase certeza de que seu adversário vai bater a bola de volta para o seu parceiro, então sua antena para interceptar deve estar ligada.

B -  Quando a bola estiver baixa, no pé do seu oponente
Quando uma bola é batida nos pés do seu rival, fique pronto para entrar em ação – como na imagem acima. A bola no pé quase sempre vai resultar em um voleio alto cruzado que estará na altura perfeita para interceptar.

3 - Ataque Em ângulo

Você identificou a situação e está comprometido com a interceptação. O timing é crucial, pois se você se mover cedo demais, seu adversário terá tempo de se adaptar. Se mover-se tarde demais, não terá tempo de alcançar a bola.

Enquanto seu oponente se move na direção da bola, você deve começar a chegar perto da rede. Mantenha seus olhos grudados na cabeça da raquete dele. Quando estiver no swing, você já sabe que ele está comprometido com aquele golpe. Este é o momento se mexer. Empurre sua perna de fora e – em uma explosão na diagonal em direção à rede – vá para cruzada. Ao se mover com um ângulo para a frente, você vai estar mais perto da rede e interceptar o golpe de seu oponente rapidamente, o que vai lhe dar menos tempo de reação.

 

4 - Finalize uma bola alta com uma baixa

Como você está comprometido com uma interceptação antes de a bola ser batida, você não sabe contra que tipo de golpe terá que atuar. Se tudo ocorrer conforme o planejado e você estiver se movendo em direção a uma bola alta, mande-a para baixo na direção dos pés do rival que está na rede.

5 - Finalize uma bola baixa com um ângulo

Se você se deparar com uma bola baixa, terá que volear para cima, portanto, vai querer ter certeza de que a está mantendo longe do adversário que está na rede. Voleie cruzado, de volta para o jogador que estava na base. Sim, seu lado da quadra vai ficar aberto, mas seu parceiro já deveria ter começado a correr para trocar de lado e cobrir a área vazia.

Outra opção é bater um voleio cruzado suave e curto. Deixe a mão mais relaxada e, imaginando que a bola seja a face de um relógio, faça contato na posição 3 horas e gentilmente a angule sobre a rede. Este não é um golpe fácil de executar, então se você não sentir que consegue controlar a bola, voleie de volta para o jogador da base.

 

6 - O que fazer depois?

Você interceptou com sucesso e (tomara) finalizou o ponto com um voleio intimidador. Se não, é preciso decidir o que fazer depois. Se você bateu a bola no lado da quadra onde seu parceiro estava, fique desse lado. Se você golpeou do seu lado da quadra, fique aí. Às vezes, a velocidade do jogo pode ser tão alta que você pode se confundir e não saber o que fazer. Se isso acontecer, escolha um lado e rapidamente se mexa para lá. Seu parceiro pode reagir de acordo com isso.

 

7 - Aperfeiçoe o embuste

A interceptação falsa é uma boa medida. Ela mantém seus adversários adivinhando e ajuda-o a disfarçar suas interceptações reais. A chave para um boa enganada é “vender” o seu primeiro passo. Dê um passo forte na direção do centro e, quando aterrissar, imediatamente volte para a direção de onde veio. Com isso, você pode enganar seu adversário e conseguir um voleio fácil no backhand quando ele tentar jogar a bola na paralela.

8 - Quando o desastre ocorre

Você leu a situação, ajustou a sua interceptação perfeitamente e seu adversário logo manda a bola nas suas costas para acertar um winner. Você fica constrangido, desculpa-se com seu parceiro e jura nunca mais interceptar, certo? Errado!

Para ser uma força na rede, você precisa ser “casca dura”. Muitos jogadores medem o sucesso de suas interceptações pelo número de vezes que finalizam o ponto. Isso é apenas uma pequena parte dos benefícios de interceptar. Seu objetivo mais amplo é criar uma atmosfera de incerteza entre seus rivais.

Da próxima vez que estiver em quadra, comprometa-se a estar ativo. Toda vez que a bola cruzar a rede, esteja na ponta dos pés, movendo-se, tentando interceptar. Ao plantar a dúvida de que pode interceptar, você vai quebrar o foco da outra equipe e forçá-los a golpes mais fracos e erros.

From Tennis Magazine. Copyright 2014 by Miller Sports Group LLC. Distributed by Content Agency


Duplas interceptador dicas táticas parceiro

Artigo publicado nesta revista

Revista TÊNIS 140 · Maio/2015 · Teliana Pereira

O renascimento do tênis feminino e o fim de um jejum de 27 anos

Grigor Dimitrov

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 178,80R$ 357,60R$ 178,80R$ 178,80
Assine Agora porR$ 160,92R$ 286,08R$ 99,96R$ 99,96
Desconto
EconomizaR$ 17,88R$ 71,52R$ 78,84R$ 78,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 53,64 6x R$ 47,68
Assinando agora você GANHA também Munhequeira
Grigor Dimitrov

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista TÊNIS

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas