Revista Tênis

Marcello Zambrana

JÁ SÃO 20 ANOS DE TRADIÇÃO de um dos torneios juvenis mais concorridos de São Paulo. Em fevereiro, as quadras do Clube Paineiras do Morumby recebeu a Copa São Paulo, batizada com o nome “Troféu Marília Silberberg”. Nela, a nova safra do tênis brasileiro pôde participar do evento que conta pontos para o Grupo 1 da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) e Grupo A da Federação Paulista de Tênis (FPT). O estado an trião se destacou com quatro conquistas, enquanto Paraná veio logo atrás, com três, seguido de Goiás, com uma. Foram 337 jogadores em ação durante seis dias e o público teve a oportunidade de conferir grandes promessas.

Alexandra Ferreira da Silva, número 1 dos 12 anos no ranking da FPT e segunda melhor do país na categoria, bateu a também paulista Roberta Armani por 6/1 e 7/5. Outro paulista que fez a alegria da torcida foi Matheus de Almeida. O jovem de Campinas bateu Jhonn Victor Lima, da capital, em um duelo dos dois melhores do estado nos 12 anos. O primeiro levou a melhor por tranquilos 6/1 e 6/2.

São Paulo também levantou as taças nos 16 anos, com Guilherme Scarpelli (foto) que desbancou Felipe Meligeni Alves, sobrinho do ex-tenista Fernando Meligeni, em uma partida decidida apenas no tiebreak do terceiro set. Entre as meninas, Erika Pereira, líder nos ranking das FPT e da CBT, bateu a curitibana Gabriela Rezende.

Se Gabriela não pôde levar a taça para o Paraná, três conterrâneos vingaram a colega. Vitória Okuyama faturou na categoria 14 anos, enquanto Eduarda Nardi dos Santos e André Baldo foram campeões nos 18 anos. O goiano Armando Ferreira completou o time de vencedores, com o troféu nos 14 anos. Por m, durante a cerimônia de premiação, o presidente da FPT, Luiz Fernando Balieiro, prestou uma homenagem à Marília Silberberg, que estava representada pelos lhos Fábio, Cláudio e Adriana.

CONFIRA OS RESULTADOS FINAIS
12 anos
Alexandra Ferreira da Silva (SP) v. Roberta Sapienza Armani (SP) 6/1 e 7/5
Matheus Pucinelli de Almeida (SP) v. Jhonn Victor Lima Guzman (SP) 6/1 e 6/2
14 anos
Vitória Bieleski Okuyama (PR) v. Marcelle N. Jorge Armani Cirino (SP) 6/3 e 7/6
Armando Ferreira (GO) v. Lucas Cruz (BA) 0/6, 6/1 e 6/3
16 anos
Erika Drozd Pereira (SP) v. Gabriela Feitosa Rezende (PR) 7/5 e 6/3
Guilherme Scarpelli (SP) v. Felipe Meligeni Rodrigues Alves (SP) 6/3, 2/6 e 7/6
18 anos
Eduarda Nardi dos Santos (PR) v. Giovanna Baccarini (SP) 2/6, 6/3 e 6/3
André Baldo (PR) v. Lucas Biato Bernardo (RJ) 6/1 e 6/1

Artigo publicado nesta revista

comments powered by Disqus